Início » Internacional » Transmissão de energia elétrica sem fio promete revolucionar o mercado
Tecnologia

Transmissão de energia elétrica sem fio promete revolucionar o mercado

A ideia da transmissão de energia sem fios surgiu há mais de um século . Agora, um sistema mais modesto de transmissão de energia elétrica sem fios está atraindo de novo a atenção

Transmissão de energia elétrica sem fio promete revolucionar o mercado
Em 1893 Nikola Tesla, um dos pioneiros da energia elétrica em escala industrial, iluminou lâmpadas elétricas sem conexão com cabos (Foto: Flickr)

Os aviões-robô podem um dia transformar a maneira como as encomendas são entregues, a forma de monitorar as colheitas e a facilidade para prender suspeitos. Os que mencionam essas possibilidades, com frequência esquecem de citar os inconvenientes dos aviões-robô como, por exemplo, que a maioria não pode voar por mais de 15 minutos antes que alguém troque suas baterias ou possa ligá-los na tomada elétrica.

Joshua Smith, um cientista da computação da Universidade de Washington, em Seattle, espera solucionar esse problema. Smith fundou em maio a empresa Wibotic, com o objetivo de recarregar os aviões-robô (e também os robôs terrestres) sem necessidade de conectá-los com um plugue. Um robô com as baterias quase descarregadas se deslocaria a uma distância de 1 metro ou um pouco mais até uma estação de recarga. LaserMotive, outra empresa com sede em Seattle, tem planos ainda mais ambiciosos. A empresa está desenvolvendo um sistema destinado a reabastecer as baterias dos aviões-robô ainda no ar, com raios laser e células fotovoltaicas.

A ideia da transmissão de energia sem fios surgiu há mais de um século. Em 1893 Nikola Tesla, um dos pioneiros da energia elétrica em escala industrial, iluminou lâmpadas elétricas sem conexão com cabos durante a Columbian Exposition em Chicago. Mas essa demonstração foi insignificante perto de suas ambições grandiosas. Tesla afirmava que seria possível transmitir energia elétrica no mundo inteiro, com o uso de um sistema de torres e balões, e conseguiu convencer J.P. Morgan a financiar um teste. Seu projeto fracassou como a maioria dos físicos da época havia previsto. Tesla era um cientista competente, mas também tinha um gosto acentuado pela exibição pública.

Um sistema mais modesto de transmissão de energia elétrica sem fios está atraindo de novo a atenção. A tecnologia pioneira Tesla já está sendo usada para carregar celulares, e pesquisadores começaram a trabalhar em projetos de eletrodomésticos sem fios, equipamentos militares, como painéis transparentes instalados entre a frente do avião e o piloto, e dispositivos médicos como o de terapia de ressincronização cardíaca (TRC) e um aparelho para monitorar as funções cerebrais. A empresa de pesquisa de mercado IHS avalia que as vendas desses equipamentos e dispositivos, com o valor atual de meio bilhão de dólares por ano, irão aumentar 30 vezes nos próximos dez anos.

Fontes:
The Economist-Coiled and ready to strike

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *