Início » Internacional » Tribunal do Egito condena 185 pessoas à morte
Pena de morte

Tribunal do Egito condena 185 pessoas à morte

Decisão do tribunal é preliminar e ainda cabe recurso

Tribunal do Egito condena 185 pessoas à morte
Condenações em massa à pena de morte têm sido frequentes no Egito (Fonte: Reprodução/A Bola)

Um tribunal egípcio condenou nesta terça-feira, 2, à pena de morte 185 pessoas por envolvimento no ataque a uma base policial na pequena cidade de Kerdasa, em agosto de 2013.

Leia mais: O que aconteceu com os ideais da revolução do Egito?

Na ocasião, manifestantes atacaram as instalações das forças de segurança, o que resultou na morte de 11 policiais. O grupo protestava contra uma ação das autoridades egípcias para desativar dois acampamentos de manifestantes contrários à deposição do ex-presidente Mohamed Mursi.

Trata-se de mais um capítulo da repressão aos partidários de Mursi, destituído em julho do ano passado. A decisão do tribunal, no entanto, é preliminar e ainda cabe recurso.

Desde a queda de Mursi, as condenações em massa à pena de morte têm sido frequentes no Egito. A ONU acusa o país de cometer irregularidades durante os processos.

O governo do atual chefe de Estado, general Abdel Fatah al Sissi, classificou a Irmandade Muçulmana como um “grupo terrorista”. Protestos que não receberem autorização oficial estão proibidos no país.

Fontes:
A Bola - Mais de cem pessoas condenadas à morte
Veja - Egito condena 185 à morte por ataque à base policial

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *