Início » Internacional » Trio americano ganha Nobel de Medicina 2017
PRÊMIO NOBEL

Trio americano ganha Nobel de Medicina 2017

Pesquisadores foram reconhecidos por suas descobertas sobre o funcionamento do 'relógio biológico'

Trio americano ganha Nobel de Medicina 2017
Anuncio foi feito nesta segunda-feira, 2 (Fonte: Reprodução/EPA)

Os americanos Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young foram os ganhadores do prêmio Nobel de Medicina 2017. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 2, pela Academia Nobel.

O trio americano foi escolhido por suas “descobertas dos mecanismos moleculares que controlam o ritmo circadiano”, conhecido como “relógio biológico” do corpo.

O ritmo circadiano segue um ciclo de 24 horas e permite a quase todos os seres vivos se adaptarem aos diferentes momentos do dia e da noite.

Ao longo da semana, a academia vai anunciar os ganhadores de outras áreas. O Nobel da Paz, o anúncio mais aguardado da premiação, será divulgado no dia 6 de outubro.

O ganhador do prêmio Nobel de Medicina do ano passado foi o pesquisador japonês Yoshinori Ohsumi, por sua descoberta sobre como funcionam os processos de reciclagem celular.

Fontes:
Jornal de Notícias - Nobel da Medicina para três norte-americanos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Laércio disse:

    Boa parte do mundo estudando, se qualificado, e os brasileiros sendo empurrado para os vícios, humilhação, desemprego, falta de qualificação, devido os gafanhotos quê comprem nosso sistema político, magistrados e empresarial! Tanta gente vem informada, e se dispõe a assumir, involuntariamente, a parceria com as comissões internacionais diversas que fiscalizam e colocam os buracos no desenvolvimento de nosso país…
    Você tem dúvidas?
    Veja, por que a economia chinesa cresceu tanto? Por que eles proíbem os “palpiteiros” internacionais de interferirem em suas políticas, então, matou paga com a vida ou pena rigorosa! Assim deveria ser aqui no Brasil para que pudéssemos poupar os bilhões e nos equipararmos aos que hoje fazem descobertas

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *