Início » Internacional » Trump recepciona americanos libertados pela Coreia do Norte
EUA

Trump recepciona americanos libertados pela Coreia do Norte

Kim Sang Duk, Kim Hak-song e Kim Dong-chul chegaram em boas condições de saúde, diferentemente do último americano libertado pela Coreia do Norte

Trump recepciona americanos libertados pela Coreia do Norte
Donald Trump recebe Kim Sang Duk, Kim Hak-song e Kim Dong-chul (Foto: Divulgação/The White House)

Os três americanos libertados pela Coreia do Norte chegaram aos Estados Unidos na madrugada desta quinta-feira, 10. O trio foi recepcionado pelo presidente Donald Trump e o vice Mike Pence, que estavam acompanhados de suas esposas, Melania e Karen.

Os americanos foram soltos na última quarta-feira, 9, durante um encontro entre o Secretário de Estado americano, Mike Pompeo, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, em Pyongyang. Pompeo passou 13 horas na cidade e se encontrou com Kim por 90 minutos para acertar os últimos detalhes do futuro encontro entre Trump e o líder norte-coreano. Pompeu voou com os homens até uma base militar americana no Japão, onde eles foram transferidos para outro avião para garantir cuidado médico completo. As autoridades disseram que os exames iniciais mostraram que eles estavam em bom estado de saúde.

Os três americanos divulgaram uma declaração conjunta na quarta-feira agradecendo Trump pela sua soltura: “Nós gostaríamos de expressar nosso profundo apreço pelo governo americano, pelo presidente Trump, pelo secretário Pompeu e pelo povo dos Estados Unidos por nos trazer para casa”.

Kim Sang Duk (também conhecido como Tony Kim), Kim Hak-song e Kim Dong-chul chegaram de uma forma bem diferente que o último americano solto pela Coreia do Norte, o estudante Otto Warmbier. O jovem de 22 anos que chegou aos Estados Unidos em junho do ano passado estava com um grave dano cerebral e acabou morrendo dias depois de chegar em solo americano. Agora, seus pais estão processando a Coreia do Norte. Nesta quinta-feira, Trump relembrou o caso e ofereceu palavras de apoio aos pais de Otto Warmbier.

Para os repórteres que cobriam a chegada dos americanos, Trump disse que queria agradecer Kim Jong-un. “Eu acho que ele quer fazer algo e trazer o país para o mundo real”. O encontro entre Trump e Kim, que deve ocorrer em junho, vai ser o primeiro da história entre um presidente americano e um líder norte-coreano. Os dois vão discutir a desnuclearização da Península Coreana.

Os americanos foram soltos após uma breve cerimônia legal e um aviso das autoridades norte-coreanas: “Vocês devem se cuidar para que eles não cometam o mesmo erro novamente. Esta foi uma decisão difícil”.

Os três foram presos sob acusação de “atos hostis” contra a Coreia do Norte. O empresário Kim Dong-Chul foi preso em outubro de 2015, quando recebeu um pendrive com dados relacionados a atividades nucleares e outras informações militares, segundo a agência estatal norte-coreana KCNA. Kim Hak-song trabalhava na Universidade de Ciência e Tecnologia de Pyongyang (PUST, na sigla em inglês) e foi detido em maio de 2017. Já Kim Sang-duk foi preso em abril de 2017, no aeroporto, quando se preparava para deixar país após dar aulas por várias semanas na PUST.

Aparentemente, não há mais nenhum americano preso na Coreia do Norte. No entanto, ainda há cidadãos sul-coreanos e japoneses. Seul e Tóquio continuam fazendo pressão para que eles sejam soltos.

Fontes:
The Guardian-Trump welcomes home three Americans released by North Korea
CNN-President Trump welcomes 3 Americans freed by North Korea
The Washington Post-Trump offers hero’s welcome to three Americans freed by North Korea

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *