Início » Economia » Trump retira os EUA da Parceria Transpacífico
TRUMPISMO

Trump retira os EUA da Parceria Transpacífico

Medida era uma das maiores bandeiras da campanha protecionista de Donald Trump, que tem o Nafta como próximo alvo

Trump retira os EUA da Parceria Transpacífico
‘É uma grande coisa para o trabalhador americano o que acabamos de fazer’, disse Trump (Foto: Flickr)

O presidente americano, Donald Trump, assinou um decreto nesta segunda-feira, 23, que retira os Estados Unidos das negociações para adesão à Parceria Transpacífico (TPP, na sigla em inglês).

Assinado em 2015, pelos EUA e outros 11 países, o acordo comercial abrange questões que vão desde os direitos trabalhistas até a proteção à propriedade intelectual. A retirada dos EUA das negociações era uma das principais bandeiras da campanha de Trump.

Na prática, a retirada americana inviabiliza o TPP, já que para ele entrar em vigor é preciso ser ratificado por países que representam 85% do PIB total dos signatários. Só os EUA representam 60%.

“É uma grande coisa para o trabalhador americano o que acabamos de fazer”, disse Trump, no salão oval da Casa Branca, logo após assinar o decreto. O presidente americano pretende seguir com sua agenda protecionista. Neste fim de semana, ele anunciou que iniciará em breve conversas com México e Canadá para renegociar o Nafta.

“Nós vamos começar a renegociar o Nafta, além de questões de imigração e segurança de fronteira (com o México)”, disse Trump, em um pronunciamento feito no último domingo, 22, na Casa Branca.

Fontes:
Folha-Por decreto, Trump retira EUA da Parceria Transpacífico

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Natanael Ferraz disse:

    Trump, por ser um boçal, não conhece a história: durante a dinastia Ming, a China instalou um protecionismo semelhante e se fechou para o mundo; resultado foi perder a posição de maior potência mundial para o continente europeu. Agora chineses estão corrigindo os erros do passado.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *