Início » Internacional » Trump tira das artes e meio-ambiente para dar à defesa
PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA

Trump tira das artes e meio-ambiente para dar à defesa

Nova proposta orçamentária tira financiamento de inúmeros programas federais para arrecadar fundos para o Departamento de Defesa

Trump tira das artes e meio-ambiente para dar à defesa
O orçamento de Trump é um plano simples que cobre apenas gastos 'opcionais' para o ano fiscal de 2018 (Foto: Facebook/Casa Branca)

O presidente americano, Donald Trump, vai pedir ao Congresso cortes dramáticos para diversos programas federais em sua tentativa de arrecadar fundos para o Departamento de Defesa, para a construção do muro na fronteira com o México e para a deportação de imigrantes ilegais.

Em uma proposta orçamentária que tira benefícios de inúmeras instituições, a Agência de Proteção Ambiental e o Departamento de Estado se destacam como os maiores alvos de redução de gastos. De acordo com o texto, o financiamento será cancelado completamente para 19 ONGs que contam com incentivo federal para divulgar seus dados e pesquisas, assim como para instituições ligadas às artes e questões regionais que vão do Alasca à região de Appalachia.

O orçamento de Trump é um plano simples que cobre apenas gastos “opcionais” para o ano fiscal de 2018, que começa no dia 1º de outubro. É a primeira ação do que se espera ser uma intensa batalha sobre gastos nos próximos meses no Congresso, que controla as finanças do governo e raramente aprova planos orçamentários presidenciais. O presidente quer gastar US$ 54 bilhões a mais em defesa, fazer um depósito para seu muro na fronteira com o México e tirar do papel algumas outras de suas promessas de campanha. Seu projeto orçamentário inicial não incorpora sua promessa de direcionar US$ 1 trilhão para rodovias, pontes, aeroportos e outros projetos de infraestrutura.

Trump está disposto a discutir suas prioridades, segundo o diretor de orçamento da Casa Branca Mick Mulvaney.

“O presidente quer gastar mais dinheiro em defesa, mais na proteção da fronteira, na aplicação de leis, na escolha de escolas, sem adicionar ao déficit”, ele disse a um pequeno grupo de jornalistas nesta quarta-feira, 15. “Se [os democratas] têm um modo diferente de conseguir esses objetivos, estamos mais do que interessados em conversar com eles”.

Fontes:
Reuters-Military wins in first Trump budget; environment, aid lose big

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *