Início » Internacional » Trump, uma mancha na história do partido republicano
ELEIÇÕES AMERICANAS

Trump, uma mancha na história do partido republicano

Rejeitado pelas principais lideranças republicanas, inclusive os ex-presidentes Bush, Donald Trump é uma vergonha para a história do partido

Trump, uma mancha na história do partido republicano
Propostas irreais do abastado empresário são cerne da rejeição (Foto: Youtube)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Ao longo de seus 160 anos de história, o partido republicano americano ajudou a eliminar a escravidão, a aprovar a Lei dos Direitos Civis e a encerrar a Guerra Fria. Os próximos meses, no entanto, nem de longe terão a mesma glória.

A notícia de que Donald Trump agora é o único pré-candidato republicano a disputar a candidatura presidencial pelo partido, o que certamente o levará a representar a legenda no pleito contra os democratas, desagradou a maioria dos parlamentares republicanos. Especialmente quando tudo indica que a democrata Hillary Clinton, uma forte concorrente, será a adversária de Trump.

A popularidade de Trump entre os republicanos é tão baixa que nem mesmo George Bush e seu filho George W. Bush, únicos ex-presidentes republicanos vivos, aceitaram apoiá-lo. Em comunicados enviados ao jornal Guardian, ambos afirmaram que não vão se envolver na disputa presidencial.

A rejeição a Trump entre os líderes republicanos tem como cerne as propostas irreais e controversas do abastado empresário. Filho de um próspero construtor de imóveis de classe média em Nova York, na década de 1960, Trump afirma ter passado verões inteiros trabalhando junto a operários. Ele diz que isso o levou a entender as demandas da classe ignoradas pelos parlamentares americanos.

Essa visão explicaria a ferrenha defesa de Trump ao nacionalismo econômico, que o levou a ser contra o Nafta em 1990 e contra qualquer acordo comercial com outros países.

Em sua obsessão nacionalista, Trump defende ideias catastróficas que acredita tornarão os EUA um país temido e respeitado mundialmente. Ele diz que os países aliados dos EUA devem pagar pelas bases americanas em seus territórios e bancar os custos dos soldados. Ele também defende a ocupação do Iraque e o confisco dos campos de petróleo do país. É uma visão de governo digna do império romano, onde o papel do mundo é pagar a capital e ser grata por sua proteção.

É possível que Trump suavize o tom de suas grosserias em campanha, agora que tem de convencer mais eleitores, especialmente as mulheres que abominam sua figura. Mas é improvável que ele mude suas propostas. De qualquer forma, o dano está feito. A candidatura de Trump será uma mancha na história do partido republicano.

Fontes:
The Economist-Trump’s triumph
The Guardian-Neither George W nor George HW Bush will endorse Donald Trump
The Independent-Donald Trump so unpopular even President Bush isn't backing him

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. José Silva disse:

    Acho que se este “palhaço” viesse a ser eleito presidente dos EUA, que se considera o país mais poderoso do mundo, seria uma verdadeira tragédia, não só para o próprio País, que iria ser isolado e desacreditado no plano diplomático internacional, mas também no plano das Nações Unidas, em que um tal presidente seria um lastimável representante.
    No entanto, também acho que se isso vier a acontecer será fruto da boçalidade, da estupidez e do conservadorismo retrógrado de uma grande parte dos americanos.Esta América está, cada vez mais, a retroceder aos tempos dos pioneiros do velho oeste, nas suas lutas entre os Índios e Cowboys. A avaliar pelas notícias que constantemente nos chegam dos massacres que lá acontecem com armas de fogo, somos levados a concluir que muitos deles não evoluíram desde os tempos atrás referidos, dando a imagem de um verdadeiro país de assassinos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *