Início » Internacional » Turistas norte-americanos começam a ‘invadir’ Cuba
Após reaproximação

Turistas norte-americanos começam a ‘invadir’ Cuba

Fluxo de turistas vem aumentando desde o anúncio da reaproximação histórica entre EUA e Cuba, em dezembro

Turistas norte-americanos começam a ‘invadir’ Cuba
Turistas passam por escultura de Che Guevara em Havana (Fonte: Reprodução/AP)

Após o anúncio da reaproximação histórica entre EUA e Cuba, muitos turistas norte-americanos estão correndo para conhecer a ilha antes que ela se “americanize”.

As reservas para Cuba nas operadoras de turismo dos EUA estão crescendo de forma significativa. Em uma operadora de Nova Iorque, por exemplo, as reservas cresceram 57%nas semanas seguintes ao anúncio da trégua histórica. Em fevereiro, o aumento foi de 187%, e em março já é quase 250% maior.

Muitos preveem que em breve Cuba vai se encher de filiais do McDonald’s e do Starbucks, e os turistas querem conhecer a atmosfera autêntica da ilha. Por isso, a sensação de muitos viajantes é de que Cuba sofrerá uma “invasão” de turistas norte-americanos.

Embora os turistas busquem justamente a tradição local, muitos moradores querem mudanças. Enquanto os estrangeiros adoram, por exemplo, a arquitetura histórica e os carros da década de 1950, locais dizem que os prédios precisam de reforma, e que os carros novos têm preços inacessíveis, e que falta oportunidade econômica no país.

É pouco provável que Cuba experimente mudanças muito significativas de uma hora para outra, uma vez que as conversas entre os dois países estão apenas começando. O fluxo de turistas, no entanto, vem aumentando desde o anúncio de dezembro.

Cuba recebeu em janeiro um número de visitantes 16% maior em relação ao mesmo mês do ano passado, totalizando 371 mil pessoas. O turismo é um dos motores da economia cubana.

Fontes:
G1 - Turistas se apressam para ir a Cuba antes que país se 'americanize'

4 Opiniões

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    ¡Gracias!, Vitafer :)

  2. Vitafer disse:

    Gostei de sua paródia, André.

  3. Roberto1776 disse:

    Logo, logo as infelizes vítimas do maior babaca (do mundo) da segunda metade do século 20 não terão mais nada a oferecer aos turistas, além de belas paisagens, a única coisa que o maldito fidel não conseguiu destruir com suas velhíssimas idéias marxistas-comunistas-esquerdistas.
    E no Brasil ainda temos comunistas!!!
    Precisamos urgentemente de um programa de exportação de comunistas brasileiros para museus da decadência marxista. Certamente obteríamos alguns trocados para ajudar a fechar as “infecháveis” contas da terrorista -presidenta.

  4. André Luiz D. Queiroz disse:

    Parodiando a frase atribuída a Che Guevara (tenho minhas dúvidas…): “¡Hay que enriquecer pero sin perder la formosura!:)

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *