Início » Internacional » Turquia prende mais de mil suspeitos de apoiar oposição
OFENSIVA RADICAL

Turquia prende mais de mil suspeitos de apoiar oposição

Presos são acusados de serem simpatizantes do clérigo acusado pelo governo de orquestrar o fracassado golpe do ano passado

Turquia prende mais de mil suspeitos de apoiar oposição
Prisão em massa ocorre dias após referendo ampliar poderes de Erdogan (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A polícia turca prendeu mais de mil pessoas nesta quarta-feira, 26, suspeitas de serem simpatizantes do clérigo Fethullah Gullen, acusado pelo governo de ser o mentor do golpe fracassado de julho do ano passado.

A prisão em massa é a maior já realizada nos últimos meses e ocorre dias após o referendo que aprovou alterações na Constituição que ampliaram os poderes do presidente Recep Tayyip Erdogan.

Desde o golpe fracassado, mais de 100 mil pessoas foram presas no país. Os principais alvos são professores, acadêmicos, jornalistas e funcionários públicos. Porém, relatos indicam que qualquer pessoa que critique o governo, até mesmo em redes sociais, está sob a mira de Erdogan.

Fethullah Gullen vive em exílio na Pensilvânia, EUA. Ele nega envolvimento com a tentativa de golpe. No ano passado, logo após o reprimir o golpe, o governo turco pediu formalmente aos EUA a extradição do clérigo, mas não obteve resposta.

Fontes:
The Washington Post-Turkey arrests more than 1,000 suspected followers of U.S.-based cleric

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *