Início » Internacional » Turquia sofre com aumento do fluxo de refugiados
Ameaça do Estado Islâmico

Turquia sofre com aumento do fluxo de refugiados

Amedrontados pelo avanço dos jihadistas do Estado Islâmico na Síria, cerca de 130 mil curdos atravessaram a fronteira da Turquia nos últimos dias

Turquia sofre com aumento do fluxo de refugiados
O governo vizinho abriu uma área de 30 km para os fugitivos (Reprodução/Reuters)

Com o avanço do Estado Islâmico pela Síria, mais de 130 mil curdos fugiram para Turquia, segundo vice-primeiro-ministro turco, Numan Kurtulmus. Com isso, o governo decidiu fechar  algumas de suas passagens  na fronteira, e apenas dois postos permanecem abertos.

Amedrontados pelas atrocidades cometidas pelos extremistas e relatadas por diversas pessoas em outros vilarejos dominados, os moradores seguiram para a fronteira turca. Em resposta, o governo vizinho abriu uma área de 30 km para os fugitivos. A maioria dos refugiados é da cidade de Kobani, cidade ameaçada pelos extremistas, e está sendo abrigada em escolas e campos superlotados.

Para tentar enfrentar a ameaça jihadista, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) convocou nesta segunda-feira, 22, os curdos da Turquia para combater o os jihadistas na Síria, informou a agência de notícias pró-curdos Firat.

“Chegou o dia de glória e honra. Já não existe nenhum limite para a resistência” — escreveu o movimento armado curdo da Turquia em um comunicado que invoca a “mobilização”. Nos últimos dias o Estado Islâmico ocupou cerca de 60 localidades no nordeste da Síria e ao redor da cidade de Ain al Arab.

Fontes:
O Globo-Mais de 130 mil curdos sírios em fuga atravessam fronteira com Turquia

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *