Início » Internacional » Ucrânia e rebeldes pró-Rússia assinam cessar-fogo
trégua

Ucrânia e rebeldes pró-Rússia assinam cessar-fogo

Poroshenko pediu para que o exército e os rebeldes cumpram o cessar-fogo e destacou que o acordo será monitorado por observadores da OSCE

Ucrânia e rebeldes pró-Rússia assinam cessar-fogo
As negociações do cessar-fogo iniciaram nesta sexta-feira em Minsk, capital da Bielorrússia (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nesta sexta-feira, 5, Ucrânia e Rússia assinaram um acordo de cessar-fogo. É o primeiro passo para um plano de paz mais abrangente. Segundo o governo ucraniano, dois mil militares russos já morreram desde o início do conflito, em abril. A Rússia nega a presença de militares em território ucraniano.

Leia mais: OTAN exige retirada de tropas russas da Ucrânia

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, saudou o acordo e disse esperar que os reféns sejam libertados, provavelmente neste fim de semana. O plano de trégua inclui, além da interrupção das operações ofensivas por ambas as partes, o monitoramento internacional do cessar-fogo, a troca incondicional de prisioneiros e a criação de corredores de ajuda humanitária.

Em seu site, Poroshenko pediu para que o exército e os rebeldes cumpram o cessar-fogo e destacou que o acordo será monitorado por observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE). “A vida humana é o maior valor e devemos fazer tudo o possível e o impossível para acabar com o derramamento de sangue e o sofrimento”, afirmou Poroshenko.

Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, afirmou que está esperançoso com o cessar-fogo, porém cético. De acordo com Obama, a Otan deixou claro que iria defender cada aliado e que apoia a soberania da Ucrânia. Obama afirmou ainda que os aliados se comprometeram com mais gastos na defesa ucraniana e ameaçou a Rússia com mais sanções, embora tenha indicado que elas poderiam ser retiradas se o cessar-fogo for cumprido.

“Nós também enviamos uma mensagem forte para a Rússia de que as ações têm consequências. Hoje os Estados Unidos e a Europa estão finalizando medidas para aprofundar e ampliar nossas sanções contra setores de energia, defesa financeiros da Rússia “ afirmou Obama.

As negociações do cessar-fogo iniciaram nesta sexta-feira em Minsk, capital da Bielorrússia, com participação de representantes da Ucrânia, da Rússia, dos separatistas e da OSCE.

Fontes:
O Globo-Obama diz que sanções contra Rússia podem ser removidas se cessar-fogo durar
O Globo-Ucrânia e rebeldes pró-Rússia assinam acordo de cessar-fogo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *