Início » Internacional » UE faz recall de relógio inteligente para crianças
TECNOLOGIA

UE faz recall de relógio inteligente para crianças

Comissão Europeia diz que dispositivo pode ser facilmente hackeado e representa risco para as crianças

UE faz recall de relógio inteligente para crianças
Relógio foi projetado para permitir aos pais rastrear a localização do usuário (Fonte: European Comission)

O Enox Safe-Kid-One foi projetado para permitir aos pais rastrear a localização do usuário e contatá-los através de um aplicativo. Mas, a empresa precisou fazer recall do relógio de pulso por risco de segurança de dados. A Comissão Europeia de Bruxelas disse que o Enox Safe-Kid-One, que vem equipado GPS, microfone e alto-falante, representa um sério risco para as crianças.

O dispositivo foi projetado para permitir aos pais rastrear a localização do usuário e contatá-los por meio de um aplicativo.

Mas a comissão alertou que o aplicativo pode ser facilmente invadido, permitindo que estranhos rastreiem as crianças ou ocultem a verdadeira localização do usuário de seus pais. “Os dados como histórico de localização, números de telefone, número de série podem ser facilmente recuperados e alterados”, disse a comissão.

“Um usuário mal-intencionado pode enviar comandos para qualquer relógio, fazendo com que ele chame outro número de sua escolha, pode se comunicar com a criança usando o dispositivo ou localizar a criança através do GPS.”

Ole Anton Bieltvedt, fundador da empresa que fez o relógio, disse que o dispositivo passou nos testes do ano passado realizados pelos reguladores alemães. Ele disse à BBC que a versão testada pelo regulador da UE não estava mais à venda. O alerta original sobre o relógio foi feito pelas autoridades do consumidor na Islândia, que está fora da UE, mas é membro da área econômica europeia.

A Enox está planejando apresentar um recurso em Reykjavik sobre a queixa inicial sobre o relógio fabricado pelos alemães. Bieltvedt disse que o distribuidor da Enox na Islândia havia feito um “protesto forte” e “eles apelaram às autoridades responsáveis com a exigência de que essa conclusão de teste fosse revertida”.

Em 2017, o órgão regulador alemão de telecomunicações, a Federal Network Agency, proibiu relógios similares, descrevendo-os como “dispositivos de espionagem”.

Fontes:
The Guardian - EU recalls children's smartwatch over data fears

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *