Início » Internacional » UE ignorou crise dos refugiados por tempo demais, diz Merkel
AUTOCRÍTICA

UE ignorou crise dos refugiados por tempo demais, diz Merkel

Chanceler alemã admitiu erros da própria Alemanha sobre refugiados

UE ignorou crise dos refugiados por tempo demais, diz Merkel
Chanceler da Alemanha tem sido alvo de críticas por causa de sua política de acolher refugiados (Fonte: Reprodução/Flickr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em entrevista ao jornal Sueddeutsche Zeitung, a chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que alguns países da União Europeia (UE), incluindo a Alemanha, demoraram tempo demais para agir em relação à crise dos refugiados.

Leia também: Onda de refugiados vai gerar desequilíbrio de gênero na Europa

De acordo com a chanceler, a Alemanha e a UE vão precisar de paciência e de perseverança para lidar com a migração para a Europa.

“Há temas políticos que você pode ver que estão vindo, mas eles ficam registrados de fato com as pessoas naquele determinado momento, e na Alemanha nós ignoramos tanto o problema por tempo demais quanto bloqueamos a necessidade de se encontrar uma solução pan-europeia”, disse Angela Merkel ao Sueddeutsche Zeitung.

A chanceler da Alemanha tem sido alvo de críticas por causa de sua política de acolher refugiados iniciada há um ano. No próximo mês, o partido de Angela Merkel deve enfrentar dificuldades em duas eleições regionais em parte por causa de suas políticas para os refugiados.

Em uma incomum análise autocrítica, Angela Merkel afirmou ainda que a Alemanha tinha deixado a Espanha e outros países da UE lidarem sozinhos com os refugiados: “Naquele momento, nós também rejeitamos uma distribuição proporcional de refugiados”.

Fontes:
G1 - Merkel admite erros da Alemanha e da União Europeia sobre refugiados

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *