Início » Internacional » UE não consegue ‘dividir’ 40 mil imigrantes
crise migratória

UE não consegue ‘dividir’ 40 mil imigrantes

Único consenso é de que a distribuição precisa ser feita

UE não consegue ‘dividir’ 40 mil imigrantes
Setecentos imigrantes em um naufrágio no Mediterrâneo em abril (Fonte: Reprodução/Reuters)

Uma reunião dos ministros do Interior dos Estados membros da União Europeia realizada nesta segunda-feira, 20, chegou ao fim sem que houvesse acordo sobre a distribuição entre os países da UE dos cerca de 40 mil postulantes a asilo que estão atualmente na Grécia e na Itália ou que vão desembarcar nestes dois países ao longo dos próximos dois anos.

O único consenso é de que a distribuição precisa ser feita, conforme indicação da cúpula da União Europeia na sequencia da morte de 700 imigrantes em um único naufrágio no Mar Mediterrâneo, em abril deste ano. O projeto, entretanto, vem enfrentando resistência de partidos de direita de vários países da UE.

A decisão sobre o número exato de postulantes a asilo que deverão ficar em cada país da UE foi adiada para uma nova reunião dos ministros do Interior do bloco, marcada para dezembro.

Além da “crise migratória” no Mediterrâneo, a União Europeia deverá em breve se debruçar com mais atenção sobre uma outra crise semelhante: o crescente número de imigrantes ilegais que atravessam a península dos Bálcãs para chegar à Europa Central.

Fontes:
DCI - União Europeia não chega a acordo sobre imigrantes e adia decisão

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *