Início » Internacional » Um ano da gestão Trump
TÃO RUIM ASSIM?

Um ano da gestão Trump

Apesar da conduta errática de Trump, a economia dos EUA cresceu 3,2% no 3º trimestre de 2017 e o aumento no salário da classe operária superou expectativas

Um ano da gestão Trump
Trump não cumpriu as promessas mais polêmicas feitas em campanha (Foto: Flickr/White House)

No primeiro ano de mandato, a gestão caótica de Donald Trump foi marcada por guerras internas, reviravoltas, conflitos de interesse e suspeitas de ligações com o governo russo. Agora, no livro Fire and Fury, do jornalista Michael Wolff, um relato dos bastidores da Casa Branca, o líder do mundo ocidental é retratado como um imperador infantil de um egoísmo profundo e visto por sua equipe de trabalho como inadequado para ocupar o cargo.

Os Estados Unidos discutem o estado mental do presidente. Com seu temperamento impulsivo, Trump estimulou as discussões sobre sua sanidade com uma mensagem no Twitter em que disse ser um “gênio muito estável” e ao se vangloriar que o botão nuclear dos EUA era maior do que o da Coreia do Norte.

É natural que as atenções se voltem para um homem de comportamento errático que comanda um dos países mais poderosos do mundo. Mas como registro da presidência de Trump até agora o livro é um relato parcial, com a omissão de fatos importantes.

Em primeiro lugar, a economia americana cresceu 3,2% no terceiro trimestre de 2017. O aumento dos salários da classe operária superou as expectativas. A taxa de desemprego diminuiu e o mercado de ações está em alta. O sucesso econômico é resultado do crescimento sincronizado da economia mundial e da posição de Trump ao se aliar ao empresariado dos EUA. Para muitos americanos, sobretudo os desiludidos com o desempenho de Washington, um relato sobre o perigo da gestão de Trump para o futuro do país não soa convincente.

Apesar de uma campanha turbulenta cheia de ameaças, Trump não cumpriu suas promessas mais polêmicas. Nos comícios ameaçou impor uma tarifa de 45% nos produtos chineses e renegociar ou retirar os EUA do Acordo de Livre Comércio da América do Norte firmado com o Canadá e México. Nada aconteceu. Como candidato, chamou a Otan de obsoleta e propôs a deportação de 11 milhões de imigrantes ilegais. Até agora, a aliança com a Otan se mantém e o nível de deportações nos 12 meses até setembro de 2017 não foi diferente dos anos anteriores.

Embora tenha a maioria no Congresso, Trump não conseguiu apoio para algumas de suas mais importantes promessas de campanha, como a substituição do Obamacare e a construção de um muro na fronteira com o México. A reforma tributária aprovada pelo Senado reduziu os impostos e simplificou algumas regras, mas é criticada por beneficiar as empresas e as pessoas de renda mais alta. Sua decisão de retirar os EUA do acordo climático de Paris isolou ainda mais o governo americano da comunidade internacional, assim como a saída da Parceria TransPacífico, um acordo comercial assinado em 2015 por 12 países.

Trump não tem capacidade nem equilíbrio emocional para liderar os EUA. Sua presidência está prejudicando o país. Porém, a possibilidade de um impeachment ainda é remota. Só ao final da investigação do procurador especial Robert Mueller sobre a interferência da Rússia na campanha de Trump será possível avaliar se ele deve ser afastado do cargo.  Por enquanto, resta acompanhar a telenovela da Casa Branca.

Fontes:
The Economist-The one-year-old Trump presidency

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Markut disse:

    Independente do momento favoravel da economia americana,poder-se-ia cogitar se é graças a…., ou apesar de…, o fato de uma personalidade psicótica e primária como esse Trump ter se transformado no homem mais poderoso do planeta, como primeiro mandatário do império da vez, como são os EEU , hoje. Um homem ,cuja até sua sanidade mental está sendo posta em dúvida.
    A menos de razões mais profundas , a serem ainda discutidas, creio que o que está em xeque, não só nos EEUU, é o atual sistema democrático, que permite, com preocupante frequência, que alcancem, pelo voto,entupindo os cargos máximos de gestão, no Executivo e Legislativo, figuras menores, oportunistas ávidos pelo poder e as respectivas benesses materiais, que ele faculta, tudo tão longe da verdadeira representatividade popular.
    A democracia precisa de um urgente recall.
    O sistema democrático, que hoje legitima até o nocivo populismo predador, necessita de um “recall”, já que , positivamente, continua sendo o menos pior dos sistemas políticos.

    Faltam,no mundo inteiro, exemplos dos grandes Estadistas, com E maiúsculo.

  2. Daniela Villa disse:

    Conduta errática? Os detratores de Trump mesmo quando reconhecem os acertos dele ainda dizem que ele está errado. É o “blue” do “blackman crazy”.

  3. E. Coelho disse:

    Ora, se errando ele fez tudo certo, então,
    quero um presidente assim !!!
    Tem fatos que são inescondíveis, mesmo assim
    os adversários insistem em apontá-lo como
    um errático, um fracasso, um desequilibrado.
    Ora, ora, seus invejosos…

  4. Fernando Maria disse:

    Tão ruim assim? SIIIM !! vejam só as coisas que ele fala…ele eh racista etc. etc. sempre achava os Estados Unidos um bom modelo para o Brasil, mas agora, com um presidente assim, não acho nada bom neste país, sério…agora ele não mais vai para a Inglaterra…sabem a razão?? claro! ele tem medo dos protestantes!! que palhaço, sério… incrível como ele consegue cada vez fazer uma coisa burra a mais…

  5. Laércio disse:

    Muitas das coisas no mundo e no Brasil estão erradas a anos mas fomos doutrinados para não reclamar! Quando aparece alguém para mudar há diversas falsas informações divulgadas por aqueles que ganham bilhões com a desgraça alheia. No Brasil acontece isso neste momento; muitos estão apreensivos com a tão logo Vitória de Jair Bolsonaro, porque a mamata vai acabar, e muitos falarão que ele é louco, que é isso, que é aquilo, inclusive jornais, “especialistas” diversos entre outros…o mundo é assim mesmo, a guerra pela grana. O único pecado é que enganam nossas crianças fantasiando a desgraças com carinhas de papai Noel, jogador de futebol, etc.,o humano é mais selvagem do que todos os insetos juntos…

  6. Carlos disse:

    Apesar da conduta errática de Trump?
    Trump não tem capacidade nem equilíbrio emocional para liderar os EUA. Sua presidência está prejudicando o país.
    Então como justifica que a economia dos EUA cresceu 3,2% no 3º trimestre de 2017 e o aumento no salário da classe operária superou expectativas?
    Por que não fala na Deep Web que quer fomentar tanto o assassínio de Trump como uma guerra civil?
    Você é apenas um porta voz dos democratas e da Deep Web.
    E comportamento errático teve o seu patrão criminoso queniano Barack Obama,

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *