Início » Internacional » Um trompete que guarda segredos da Segunda Guerra
RESGATADO DO MAR

Um trompete que guarda segredos da Segunda Guerra

Análise de DNA pode revelar quem foi o dono de um trompete encontrado nos restos de um navio de guerra americano afundado na Segunda Guerra

Um trompete que guarda segredos da Segunda Guerra
Instrumento foi feito em 1934 e pode conter traços de DNA do dono (Foto: uab.edu)

A restauradora Shanna Daniel, da Marinha dos EUA, está participando de um desafio tecnológico e científico: descobrir quem foi o marinheiro dono de um trompete resgatado do USS Houston, um navio de guerra americano afundado por japoneses durante a Batalha do Estreito de Sonda, ocorrida na Segunda Guerra Mundial.

O trompete foi resgatado e levado para os EUA pelo mergulhador australiano Frank Craven, cujo primeiro marido da mãe morreu na batalha. No verão de 2013, Craven, de 68 anos, decidiu explorar os restos do USS Houston e do HMAS Perth, navio de guerra australiano que também foi afundado no confronto. Os restos dos navios estão localizados próximo à baía de Banten, norte da ilha de Java, na Indonésia.

A mãe de Craven havia morrido recentemente e o mergulhador desejava prestar uma homenagem a ela, cujo primeiro marido foi um dos tripulantes mortos do HMAS Perth. A intenção de Craven era deixar uma mecha do cabelo da mãe nos restos do HMAS Perth. No entanto, enquanto explorava o USS Houston, ele encontrou um trompete. O mergulhador pegou o instrumento e enviou para os EUA, onde ele passa por um processo de restauração.

Segundo a restauradora Shanna Daniel, que trabalha em um laboratório do Arsenal da Marinha Americana, o instrumento foi feito em 1934 e pode conter traços de DNA do dono. “Se conseguirmos recuperar o DNA do marinheiro e combiná-lo com algum parente ainda vivo, podemos identificar o marinheiro que era dono do instrumento. Será um esforço científico e tecnológico, mas será bastante empolgante”, disse Robert S. Neyland, chefe do departamento de arqueologia subaquática da Naval History and Heritage Commandem, em entrevista ao Washington Post.

A Batalha do Estreito de Sonda e o naufrágio do USS Houston 

A Batalha do Estreito de Sonda foi um dos episódios da Segunda Guerra Mundial, ocorrido de 28 de fevereiro a 1º de março de 1942. Ela é um desdobramento da Batalha do Mar de Java, ocorrida quando forças aliadas tentavam conter o avanço do Japão no Oceano Pacífico.

Em 27 de fevereiro, durante a batalha de Java, forças aliadas foram rechaçadas por navios de guerra japoneses que tentavam invadir a ilha de Java, na Indonésia, para criar uma base estratégica no local.

Em uma retirada estratégia, os navios aliados USS Houston, dos EUA, e HMAS Perth, da Austrália, seguiram para o Estreito de Sonda, localizado entre as ilhas de Java e Sumatra.

No entanto, no dia seguinte, eles encontraram novamente os navios japoneses, dando início a um sangrento conflito naval. O Perth afundou primeiro, seguido do Houston, naufragado no dia 1º de março. Mais de 650 marinheiros e 11 membros da banda do USS Houston morreram no confronto, incluindo membros da banda no navio. Poucos membros da tripulação aliada conseguiram sobreviver.

Fontes:
The Washington Post-A broken trumpet from a sunken warship holds its secrets from WWII

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *