Início » Internacional » União Europeia pode processar a Gazprom
Internacional

União Europeia pode processar a Gazprom

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Milhões de casas continuaram sem aquecimento nesta quarta-feira (14/01). A Gazprom, a gigante estatal de energia da Rússia, disse que a Naftogaz, da Ucrânia, não permitiu pelo segundo dia a passagem de gás para a Europa, apesar da presença de monitores europeus.

O trabalho dos monitores deveria garantir o fornecimento de gás à Europa. A Gazprom afirmou que está pronta para garantir o envio de gás para os consumidores europeus a qualquer minuto.

Em Bruxelas, uma porta-voz da Comissão Europeia confirmou que não houve fornecimento de gás para a Europa nesta quarta e disse que a UE pediu novamente o restabelecimento do serviço. Kiev afirmou que o fornecimento para a Europa não foi retomado por causa das atitudes da Rússia.

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, afirmou que autoridades estudam a hipótese de iniciar uma ação legal contra as empresas russa e ucraniana envolvidas no corte do fornecimento de gás.

Fontes:
NY Times - Gas Crisis in Europe Continues

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Dorival Silva disse:

    Essa de fechar as torneiras está se tornando tétrica. Não interessa se a culpa é da Rússia ou da Ucrânia, acho que é das duas, o que interessa é que estão brincando com a vida de milhões de pessoas. Se fosse só a Ucrânia, invadiam ela. Como é também a Rússia, ninguém ousa. O assassino Putin, com sua cabeça de oficial da KGB, continua fazendo das suas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *