article image
Presidente da US Airways informou a funcionários início dos trâmites para fusão (Reprodução)
Mercado

US Airways inicia processo de fusão com a American Airlines

Segundo informaram sindicatos, a medida evitará a eliminação de pelo menos 6.200 empregos

fonte | A A A

A companhia aérea norte-americana US Airways anunciou nesta sexta-feira, 20, que iniciou o processo de fusão com a American Airlines, que está em processo de concordata. No entanto, até o momento, a American Airlines, terceira maior empresa aérea dos Estados Unidos, evitou demonstrar publicamente interesse na fusão.

Segundo a rede de televisão CBS, o executivo-chefe da US Airways, Doug Parker, enviou cartas aos funcionários para avisar que já iniciou os trâmites para a fusão junto à Comissão de Valores Mobiliários norte-americana (SEC, na sigla em inglês) e que “assinou acordos com os três sindicatos que representam os trabalhadores da American Airlines”.

Os acordos preservariam empregos, já que o plano de reestruturação da AMR, controladora da American e em concordata, previa cortar 13 mil (15%) dos 55 mil empregos com o intuito de economizar 1,25 bilhão de dólares por ano. De acordo com os sindicatos, a fusão salvaria pelo menos 6.200 empregos. “Confirmamos nosso suporte a uma possível fusão entre nossa companhia aérea e a US Airways”, disseram os sindicatos de comissários, pilotos e trabalhadores em solo da American.

Os pilotos da American Airlines são representados pela Allied Pilots Association. Já o sindicato dos comissários é a Association of Professional Flight Attendants. Os empregados em solo são representados pelo Transport Workers Union.

De volta ao topo comentários: (0)

Sua Opinião

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Estado

Cidade