Início » Cultura » Esportes » Uso do capacete não reduz lesões no cérebro em acidentes de esqui
Acidente de Shumacher

Uso do capacete não reduz lesões no cérebro em acidentes de esqui

Dados mostram aumento no número de acidentes fatais ou que resultaram em graves lesões no cérebro mesmo com o capacete

Uso do capacete não reduz lesões no cérebro em acidentes de esqui
Shumacher esquiando em 2005. Uso do capacete aumentou a imprudência dos esquiadores (Reprodução/Reuters)

O uso do capacete entre esquiadores e praticantes de snowboard vem aumentando nos últimos anos. Nos Estados Unidos, por exemplo, 70% dos praticantes desses esportes aderiram ao uso do capacete para proteger a cabeça de possíveis acidentes.

Leia também: Lula e Schumacher
Leia também: Schumacher luta por sua vida após acidente de esqui

Contudo, o recente acidente sofrido pelo ex-piloto da Fórumula 1 Michael Schumacher joga luz sobre uma realidade perturbadora. De acordo com dados da Associação Nacional de Áreas de Esqui dos EUA, o uso do capacete não diminuiu o número de acidentes que resultaram em morte ou em graves lesões no cérebro de esquiadores.

Segundo especialistas, isso não significa que o capacete seja ineficaz contra impactos. Para eles, essa improvável realidade está relacionada à crescente imprudência dos praticantes desses esportes. O capacete aumentou a confiança dos esquiadores, que passaram a tentar manobras mais ousadas.

“Os equipamentos que temos atualmente permitem tentar coisas que antes não podíamos, mas ao ultrapassar os limites as pessoas acabam perdendo o controle”, diz o esquiador profissional Chris Davenport.

O aumento do uso do capacete tem alguns efeitos positivos, e os médicos concordam que Shumacher não teria sobrevivido caso estivesse sem capacete. Apesar disso, estudos revelam que houve aumento no número de acidentes entre esquiadores que resultaram em lesões sérias no cérebro. Dados da Western Michigan University School of Medicine, EUA, mostram que só nos Estados Unidos esse aumento foi de 60% nos últimos sete anos.

Segundo especialistas, a principal causa disso é a cultura de risco seguida por alguns praticantes de esporte. “Existe uma cultura de risco que está influenciando o modo como as pessoas esquiam”, diz o psiquiatra Robb Gaffney.

Fontes:
The New York Times-Ski Helmet Use Isn’t Reducing Brain Injuries

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *