Início » Internacional » Vazamento de dados de site de adultério expõe a insegurança da internet
caso Ashley Madison

Vazamento de dados de site de adultério expõe a insegurança da internet

Grupo de hackers divulga dados de usuários de site que promete relações extraconjugais em sigilo, abrindo debate sobre a segurança no universo online

Vazamento de dados de site de adultério expõe a insegurança da internet
O universo online é um péssimo lugar para guardar segredos (Divulgação: Ashley Madison.com)

“A vida é curta. Tenha um caso amoroso”. Esse é o slogan do Ashley Madison, site onde pessoas casadas se conectam para ter relações extraconjugais em segredo.

Porém, o sigilo prometido caiu por terra na semana passada, após um grupo de hackers invadir o site, roubar os dados computados desde 2007 e divulgar na internet o nome, endereço e outras informações pessoais de cerca de 33 milhões de usuários.

O motivo que levou o grupo de hackers a fazer tal revelação ainda é um mistério. Em suas declarações, o grupo afirmou denunciar a fraude, a enganação e a estupidez por trás do site e de seus usuários.

Porém, o respeito dos grupos pelo conceito de moralidade é algo que não combina com a decisão de expor publicamente os dados e exortar a moral dos usuários com o alerta: “Aprendam a lição e mudem”. Na verdade, tudo indica que os envolvidos agiram apenas por diversão.

Alguns críticos do site acham que seus usuários tiveram o que mereciam, mas o efeito do vazamento irá muito além disso. Casamentos serão destruídos, revistas de fofoca terão dias cheios, reputações serão abaladas e hipocrisias reveladas. Também haverá uma intensa discussão sobre relacionamentos nos dias atuais.

Mas é possível que o legado desse episódio não seja a exposição dos usuários, mas sim da precária segurança que há na internet. O universo online é um péssimo lugar para guardar segredos. Prova disso é que o roubo de dados de empresas multinacionais se tornou cada vez mais comum.

Se episódio do Ashley Madison servir para acordar sites e empresas para a importância da segurança online, então, apesar do final infeliz, o caso dos usuários não foi em vão.

Fontes:
The Economist-The Ashley Madison hack should be a wake-up call

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *