Início » Internacional » Venezuela prolonga estado de emergência econômica
POR DECRETO

Venezuela prolonga estado de emergência econômica

Medida foi adotada em janeiro para enfrentar a crise alimentar e econômica que atinge o país

Venezuela prolonga estado de emergência econômica
Estado de emergência econômica foi declarado em 14 de janeiro pelo presidente Nicolás Maduro (Fonte: Reprodução/Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Venezuela prolongou por mais 60 dias, por meio de decreto, o estado de emergência econômica declarado em 14 de janeiro pelo presidente Nicolás Maduro.

Leia também: Crise venezuelana estimula mudança para Argentina
Leia também: Venezuela aumenta preço da gasolina após 20 anos

A prorrogação da medida, que foi adotada para enfrentar a crise alimentar e econômica que atinge a Venezuela, foi publicada nesta segunda-feira, 14, no diário oficial do país.

De acordo com a justificativa oficial, o decreto busca permitir que o presidente venezuelano continue “dando proteção à população diante da guerra econômica declarada pela oposição”. A queda dos preços do petróleo agravou a crise econômica na Venezuela.

O governo afirmou ainda que “persistem as circunstâncias excepcionais, extraordinárias e conjunturais que motivaram a declaração de emergência econômica”.

O parlamento da Venezuela, que tem maioria de oposição, se declarou em “sessão permanente” a fim de debater a prorrogação do estado de emergência nacional. O vice-presidente do Executivo, Aristóbulo Istúriz, foi convidado a se explicar no plenário, fornecendo, por exemplo, dados sobre a dívida do país, a produção e escassez de produtos e a inflação.

Com a declaração de emergência, Nicolás Maduro pode dispor de recursos provenientes do Orçamento do Estado sem controle do parlamento, dispor de bens e mercadorias de empresas privadas para garantir o abastecimento, restringir o sistema monetário e o acesso à moeda local e estrangeira, entre outras medidas.

Embora a maioria opositora, que controla a Assembleia Nacional da Venezuela, tenha rejeitado em janeiro o decreto inicial, a medida continuou em vigor devido a uma decisão do Supremo Tribunal de Justiça do país.

Fontes:
Uol - Por decreto, governo venezuelano prorroga estado de emergência econômica

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    Embora a maioria opositora, que controla a Assembleia Nacional da Venezuela, tenha rejeitado em janeiro o decreto inicial, a medida continuou em vigor devido a uma decisão do Supremo Tribunal de Justiça do país, o qual é controlado pelo presidência de Nicolás Maduro.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *