Início » Internacional » Venezuelanos estão preocupados com a expulsão do embaixador de Israel
Tensão diplomática

Venezuelanos estão preocupados com a expulsão do embaixador de Israel

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Políticos da oposição, analistas e autoridades eclesiásticas venezuelanas temem uma ruptura nas relações entre Venezuela e Israel após o anúncio da expulsão do embaixador israelense do país.

Israel informou nesta quarta-feira (7/1) que estuda a expulsão dos diplomatas venezuelanos que servem em Tel-Aviv após a decisão do governo do presidente Hugo Chávez de expulsar o embaixador de Israel na Venezuela, Shlomo Cohen, e parte do pessoal diplomático de Israel, em exigência ao "respeito ao direito internacional".

Chávez disse no começo da semana que Israel pratica o "assassinato" e o"genocídio" de palestinos em sua investida em Gaza.

Fontes:
O Estado de S. Paulo - Retirada de embaixador de Israel preocupa venezuelanos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Venustiano Carranza disse:

    Evidentemente a expulsão dos diplomatas israelenses não é, em si, manifestação de anti-semitismo. Mas somando-se este a outros surtos de Chávez, o milico maluco, concluo que esse perigo está presente. Se eu fosse judeu e morasse na Venezuela, tomaria as providências para ir embora o quanto antes.

    É assim que começa: com palavras e ações puramente simbólicas, para se avolumarem em atos cada vez mais agressivos.

    O rancor desse milico maluco (ainda mais com o petróleo tão desvalorizado) vai explodir sobre o colo dos judeus e outros "inimigos da pátria". Conselho: fujam daí, levem seu saber e industriosidade para outros países latino-americanos mais acolhedores.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *