Início » Vida » Ciência » Via Láctea não será engolida pela galáxia vizinha, diz estudo
ASTRONOMIA

Via Láctea não será engolida pela galáxia vizinha, diz estudo

Cientistas descobriram que Andromeda não é tão maior do que a Via Láctea. Na verdade, elas têm quase o mesmo tamanho

Via Láctea não será engolida pela galáxia vizinha, diz estudo
Ainda é necessário muito estudo para saber o que pode, de fato, ocorrer caso as duas galáxias colidam (Foto: Pixabay)

Uma nova pesquisa sugere que a Via Láctea não é tão pequena como se pensava antes nem vai acabar sendo engolida pela galáxia vizinha mais próxima, a Andromeda. Os cientistas, antes achavam que Andromeda era duas ou três vezes maior que a Via Láctea. Mas, na verdade, elas têm quase o mesmo tamanho. O estudo foi publicado no Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Com estas novas informações, os cientistas mudaram sua hipótese do que pode acontecer caso as duas galáxias colidam. Antes, eles pensavam que a Via Láctea seria engolida pela Andromeda. Mas eles não têm mais tanta certeza de que isso vai acontecer, ainda é necessário muito estudo para saber o que pode, de fato, ocorrer.

Os cientistas haviam superestimado a matéria escura em Andromeda. “Examinando as órbitas de estrelas de alta velocidade, nós descobrimos que esta galáxia tinha menos matéria escura do que pensávamos anteriormente”, disse o astrofísico Prajwal Kafle.

A conclusão veio depois que os cientistas analisaram a velocidade para escapar da galáxia. Nós sabemos quanta energia é utilizada para escapar do campo gravitacional da terra, e de quanto seria necessário para sair da galáxia. Desta forma, foi possível fazer o mesmo com Andromeda.

Fontes:
Independent-Our galaxy isn't going to be eaten by our nearest neighbour, breakthrough study says

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Leandro Nogueira disse:

    Graças a Deus! Estava muito receoso quanto à essa colisão das galáxias. Eu sequer vinha conseguindo dormir direito.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *