Início » Internacional » Vice dos EUA promete reagir em caso de ataque da Coreia do Norte
AUMENTO DE TENSÃO

Vice dos EUA promete reagir em caso de ataque da Coreia do Norte

Mike Pence disse que os EUA dariam uma ‘resposta esmagadora’ em caso de uso de arma convencional ou nuclear

Vice dos EUA promete reagir em caso de ataque da Coreia do Norte
Pence disse que a paciência dos EUA acabou e que ele quer ver mudanças (Foto: Department of Defense)

Dias depois do fracassado teste de um míssil na Coreia do Norte, o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, prometeu uma “resposta esmagadora em caso de ataque”. A afirmação foi feita nesta quarta-feira, 19, no Japão, onde Pence realiza uma visita oficial de dois dias.

Diante das recentes declarações do vice-ministro das Relações Exteriores norte-coreano, Han Song-ryon, que afirmou à BBC que o ritmo de testes balísticos vai acelerar, Pence disse que os EUA não vão hesitar em reagir. “Derrotaremos qualquer ataque e reagiremos ao uso de qualquer arma convencional ou nuclear com uma resposta esmagadora”, disse Pence. O cenário de aumento de tensões, levou o presidente japonês, Shinzo Abe, a pedir, na última terça-feira, 18, o favorecimento da via diplomática e pacífica para resolver o impasse.

No último domingo, Trump disse no Twitter que o poder militar dos Estados Unidos está “mais forte do que nunca” e que o país “francamente, não tem outra escolha”.

(Foto: Twitter/@realDonaldTrump)

(Foto: Twitter/@realDonaldTrump)

Pence disse que Trump deixou claro que a paciência dos Estados Unidos e de seus aliados em relação à Coreia do Norte acabou e que ele quer ver mudanças. O vice-presidente americano disse que os Estados Unidos e seus aliados vão utilizar “meios pacíficos ou, finalmente, qualquer meio que se fizer necessário” para proteger a Coreia do Sul e estabilizar a região.

Fontes:
Folha de S.Paulo-Vice dos EUA promete 'resposta esmagadora' à Coreia do Norte
Aljazeera-Mike Pence fires a fresh warning to North Korea
Publico-Mike Pence dá recado a Coreia do Norte: "a era da paciência acabou"
Época-Pence diz que acabou a 'era da paciência estratégica' com a Coreia do Norte

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. laercio disse:

    O Brasil também poderia ter uma voz ativa no mundo internacional!
    As condições para tal posição são possíveis, bastando iniciar profunda mudança política e usar a proteção no que tange a todas relações mantidas pelo país, sejam internas ou externas.

    Se houver a proporcionalidade no país o povo não gastaria tanto e teria muito mais qualidade de vida.

    Na proporcionalidade quem não trabalha fica sem riqueza.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *