Início » Cultura » Vilarejo alemão mantém muro de pé 25 anos após a queda da divisão política
Pequena Berlim

Vilarejo alemão mantém muro de pé 25 anos após a queda da divisão política

Três anos depois da construção do muro em Berlim, em 1966, Mödlareuth também ergueu sua própria divisão. Apesar de a Alemanha ter sido reunificada em 1989, com a histórica derrubada do muro na capital Berlim, o vilarejo só destruiu alguns trechos de seu muro em 1990

Vilarejo alemão mantém muro de pé 25 anos após a queda da divisão política
Durante a Guerra Fria o local era chamado de "Pequena Berlim" (Reprodução / Exame)

Embora o mundo  esteja se preparando para comemorar os 25 anos da queda do Muro de Berlim, que dividiu a Alemanha por três décadas, um vilarejo chamado Modlareuth ainda preserva a construção que conta com torres de vigilância desativadas e arames farpados.

Leia mais: Muro de Berlim será “reconstruído” 25 após sua queda

Apesar de a separação política entre Alemanha Ocidental e Alemanha Oriental não existir mais, o vilarejo segue culturalmente dividido. Mödlareuth fica na fronteira dos estados Turíngia e Baviera, a 300 km de Berlim. As forças aliadas ocuparam  a região da Baviera após a Segunda Guerra Mundial, já Turíngia foi ocupada pelos soviéticos.

Três anos depois da construção do muro em Berlim, em 1966, Mödlareuth também ergueu sua própria divisão. Apesar de  a Alemanha ter sido reunificada em 1989, com a histórica derrubada do muro na capital Berlim, o vilarejo só destruiu alguns trechos de seu muro em 1990, mas a maior parte dele permanece de pé até hoje.

A divisão em Mödlareuth  pode ser  constatada até no sotaque de seus habitantes. A parte do vilarejo na Turíngia pertence à cidade de Gefell e a parte bávara à Töppen. Cada uma delas tem seu próprio prefeito e código de área.

Durante a Guerra Fria o local era chamado de “Pequena Berlim”. Hoje há apenas 50 habitantes da cidade e o trecho em que o muro está de pé  foi transformado em uma espécie de memorial e museu. Os moradores locais têm opiniões diferentes a respeito deste  museu. A maior parte deles considera que os turistas subestimam os traumas decorrentes da época da divisão.

 

Fontes:
Exame - Conheça o vilarejo alemão que permanece dividido

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    O Muro permanece no vilarejo… servindo de museu… para que ninguém esqueça que a liberdade agora existe!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *