Início » Internacional » Mais uma vítima do 11 de setembro é identificada
WORLD TRADE CENTER

Mais uma vítima do 11 de setembro é identificada

A última vítima, a de número 1.641, tinha sido identificada em agosto de 2017. Ainda há 1.111 vítimas sem identificação

Mais uma vítima do 11 de setembro é identificada
O atentado ao World Trade Center causou a morte de 2.753 pessoas (Foto: Wikipedia)

Testes de DNA conseguiram revelar a identidade de mais uma vítima do atentado de 11 de setembro de 2001. A tragédia, ocorrida há quase 17 anos, ainda conta com 1.111 vítimas sem identificação.

Scott Michael Jordan foi a pessoa de número 1.642 a ser identificada, à medida que os Estados Unidos continuam trabalhando para atribuir identidade a todos os mortos. Johnson tinha 26 anos e era analista de valores imobiliários na empresa Keefe, Bruyette & Woods.

Em agosto do ano passado, um homem foi identificado como a vítima de número 1.641, mas a família preferiu resguardar a sua identidade. Antes disso, a última pessoa, a vítima de número 1.640, tinha sido identificada em 2015.

“Em 2001, assumimos o compromisso com as famílias das vítimas de que faríamos o que fosse necessário, pelo tempo que fosse necessário, para identificar seus entes queridos”, explicou Barbara Sampson, chefe do departamento médico-legista de Nova York, conforme noticiou a revista Time.

À medida que as tecnologias avançam, a identificação das vítimas se torna mais fácil, mesmo que quase 17 anos já tenham se passado. Para identificar os mortos, estão sendo usadas diferentes testes de DNA, principalmente a partir de fragmentos ósseos.

O atentado ao World Trade Center, também conhecido como Torres Gêmeas, ocorreu no dia 11 de setembro de 2001, causando a morte de 2.753 pessoas. O ataque foi reivindicado pelos terroristas do grupo al-Qaeda, liderado por Osama Bin Laden, na época.

 

Leia também: O que ainda não se sabe sobre o 11 de setembro
Leia também: Os doentes do 11 de Setembro

Fontes:
Time-Another 9/11 Victim Has Been Identified Through DNA Testing 17 Years Later

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *