Início » Economia » Volkswagen entra em crise após admitir fraude
Imagem arranhada

Volkswagen entra em crise após admitir fraude

Ações da montadora despencam após descoberta de que 11 milhões de modelos vendidos no mundo tinham dispositivo para burlar o controle de emissão de poluentes

Volkswagen entra em crise após admitir fraude
Fraude pode gerar uma multa de US$ 18 bilhões para a montadora (Foto: Flickr/The Car Spy)

Maior montadora de carros do mundo, a Volkswagen entrou em crise após o presidente do conselho executivo da empresa, Martin Winterkorn, admitir no último domingo, 20, que a montadora criou um dispositivo para burlar o controle de poluição em 11 milhões de veículos a diesel vendidos em vários países do mundo.

A denúncia foi feita pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês). Segundo a EPA, a Volkswagen instalou em seus modelos um dispositivo que detecta quando o carro está sendo inspecionado e ajusta o nível de poluentes emitidos pelo motor aos padrões exigidos.

No entanto, esse dispositivo fica desligado em situações normais de rodagem, fazendo os carros poluírem muito mais do que afirmam os dados divulgados pela montadora. O dispositivo foi instalado em modelos como Jetta, Fusca, Golf, Passat e Audi A3, fabricados entre 2009 e 2015.

A fraude pode gerar uma multa de US$ 18 bilhões para a Volkswagen. “Usar um dispositivo para burlar os padrões é ilegal e uma ameaça à saúde pública”, disse Cynthia Giles, assistente administrativa do grupo de autuação da EPA. Segundo Giles, os modelos manipulados emitem 40 vezes mais poluentes do que o permitido.

No domingo, Winterkorn admitiu a fraude e prometeu que a empresa “fará de tudo para recuperar a confiança das pessoas”. “Pessoalmente e profundamente lamento muito que tenhamos quebrado a confiança de nossos clientes e do público. A Volkswagen não tolera nenhuma violação, nem de leis, nem de normas.”

Os efeitos da crise de confiança na Volkswagen começaram a aparecer na última segunda-feira, 21. As ações da montadora na Bolsa de Frankfurt caíram mais de 13%, levando os papéis à casa dos 140 euros.

A investigação da EPA que descobriu o dispositivo é a mesma que em 2012 multou a Hyundai e a Kia por fraude nos dados sobre o consumo médio de combustível de 1,2 milhão de modelos.

Fontes:
Auto Esporte-Governo dos EUA acusa Volkswagen de fraudar nível de emissão em carros
Auto Esporte-Volkswagen se desculpa após acusações de manipulação

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *