Início » Internacional » Vulcão adormecido perto de Roma está acordando lentamente
ESTUDO

Vulcão adormecido perto de Roma está acordando lentamente

O vulcão Colli Albani tem sido um perigo silencioso. Um novo estudo indica que ele se prepara para uma nova erupção

Vulcão adormecido perto de Roma está acordando lentamente
A última vez que o Colli Albani entrou em erupção foi há 36 mil anos (Foto: Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Itália é um país propício à atividade vulcânica. A pressão da placa tectônica da África sobre a da Eurásia faz subir o magma, tornando explosivos vários vulcões do país. Os mais famosos são o Vesúvio e o Etna.

Mas o vulcão Colli Albani tem sido um perigo silencioso. Ele fica a 30 km de Roma e próximo ao Castel Gondolfo, a residência de verão do papa. Por muito tempo ele foi considerado extinto pela falta de evidências de erupções recentes.

Porém, em 1990, cientistas perceberam que as montanhas em volta do vulcão estavam inchando e que terremotos começaram a acontecer na região. Dioxído de carbono começou a ser expelido das montanhas, matando silenciosamente os animais ao redor. Os cientistas começaram a fazer escavações no local e descobriram que 11 erupções ocorreram durante os últimos 600 mil anos. Isso revelou que o vulcão não está extinto, mas sim adormecido.

Em um novo estudo, publicado recentemente no jornal científico Geophysical Research Letters, o cientista Fabrizio Marra, do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália, sugeriu que o Colli Albani pode estar acordando de um longo sono.

A equipe de Marra coletou amostras de cinzas das seis erupções ocorridas nos últimos 365 mil anos e as enviaram para Brian Jicha, especialista em geocronologia da Universidade de Wisconsin, EUA. Ele usou a taxa de isótopos radioativos do material para montar uma espécie de relógio cronológico e descobriu que nos últimos 100 mil anos, o vulcão entrou em atividade a cada 31 mil anos.

A última vez que ele entrou em erupção foi há 36 mil anos, o que excede a media de tempo determinada. “O período de inatividade já ultrapassou a média de reincidência, o que indica que o complexo vulcânico está pronto para entrar em erupção novamente”, disse Marra.

Tal fato, sozinho, não indica que uma nova erupção pode ocorrer, mas a equipe de Marra aponta outros indícios. Um deles é o contínuo inchaço das montanhas, o que indica que o magma, lentamente, pode estar subindo para a superfície.

Apesar do indício de que as câmaras magmáticas do vulcão estão sendo lentamente preenchidas, Marra afirma que o processo pode levar milhares de anos até resultar em uma erupção. “É importante dizer que no momento não há nenhum sinal de que uma erupção pode ocorrer em breve. É muito improvável que isso ocorra nos próximos mil ou dois mil anos”.

Fontes:
Scientific American-A Volcano Might Be Brewing under Rome's Suburbs

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Odair Gomes disse:

    Gosto de me manter informado sobre atividades vulcânicas. e agora que descobri vocês fica mais fácil.

  2. carlos alberto martins disse:

    terremotos maremotos,tsunamis,mudanças climáticas,vulcões irão se tornar ativos com maior frequencia.È uma forma que a naturaza encontrou de castigar o ataque que o homem vem fazendo ao nosso globo.ninguém ainda se preocupou com a expansão criminosa da raça humana.nosso planeta levou milhões de anos para ser estabilizado,mais o homem o agride de uma forma´criminal.chegaremos no futuro a devorar nosso semelhante.tendo-o como nossa única fonte de alimento.Só os mais fortes sobreviverão.

  3. Antonio Segetto disse:

    Quer dizer que o homem causou tudo isso e será castigado? Chegaremos no futuro a devorar nosso semelhante? Nossa..vou chamar o Batman

  4. jorge aguiar disse:

    São fenômenos naturais, sempre existiram e continuarão existindo, o que não havia era uma civilização no local, nada tem a ver com castigos, maldições e apolipse.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *