Início » Internacional » Xi Jinping anuncia uma ‘nova era’ para a China
19º CONGRESSO DO PARTIDO COMUNISTA

Xi Jinping anuncia uma ‘nova era’ para a China

Presidente chinês abre o 19º Congresso do Partido Comunista prometendo fazer da China uma potência com economia moderna e presença no mercado

Xi Jinping anuncia uma ‘nova era’ para a China
Em contraponto, Jinping prometeu tolerância zero com divergências (Foto: Reuters/Aly Song)

O presidente chinês, Xi Jinping, abriu o 19º Congresso do Partido Comunista da China, nesta quarta-feira, 18, com um discurso de três horas e meia.

Diante de 205 membros do Comitê Central e 2.300 delegados, Jinping anunciou “uma nova era” para a China, expressão que, segundo a agência de notícias alemã Deutsche Welle, foi repetida 36 vezes pelo presidente ao longo do discurso.

Apesar dos planos de “nova era”, o presidente chinês deixou claro que não haverá reforma política e não deu nenhum sinal de liberalização. Pelo contrário, a meta é fortalecer o sistema atual. “Cada um de nós precisa fazer o possível para defender a autoridade do partido e o sistema socialista chinês, e se opor de forma resoluta a toda palavra ou ação que vise a solapá-lo”.

Jinping propôs seguir com seus planos de fazer da China uma potência com economia moderna e maior presença no mercado, e ressaltou a importância de combater a corrupção, coibir a desigualdade de renda, reduzir a corrupção e atenuar a sobrecarga da indústria.

O presidente chinês se mostrou disposto a facilitar o acesso de investimentos estrangeiros através da abertura do mercado chinês. Ele também prometeu expandir o acesso ao setor de serviços chinês e reforçar a proteção à propriedade intelectual no país.

Em contraponto, Jinping prometeu tolerância zero com divergências e disse que não terá compaixão com quem tentar sabotar a liderança do partido, fomentar o extremismo religioso ou o separatismo. A promessa é um recado para Taiwan, considerada pela China como parte de seu território, onde a presidente, Tsai Ying-wen, mantém posições opostas a Pequim; e para Hong Kong, onde os pedidos por mais democracia e independência crescem em ritmo tão acelerado quanto o da repressão de Pequim, que ordenou a cassação de deputados locais contrários ao regime chinês e a prisão de ativistas políticos.

Xi Jinping foi eleito em 2012, pela Assembleia Nacional Popular, um dos principais órgãos do governo chinês, que conta com cerca de 3 mil delegados de todas as províncias do país, das Forças Armadas e das Regiões Administrativas Especiais (Macau e Hong Kong). No congresso desta quarta, ele foi exaltado como um dos mais poderosos homens da história recente da China. Com fama de controlar o país com punhos de ferro, ele tem a ambição de colocar seu nome ao lado de outros líderes transformadores como Mao Tsé-Tung e Deng Xiaoping, este último considerado o criador do socialismo de mercado.

O Congresso do Partido Comunista ocorre a cada cinco anos na China e traça as diretrizes políticas dos próximos cinco anos.

Fontes:
Deutsche Welle-Xi Jinping anuncia nova era na China, mas sem grande mudança

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Beraldo disse:

    O mundo vai adotar o modelo chinês de Capitalismo de Estado.

    Capitalismo sob controle do estado, evitando o que ocorre no “Ocidente Capitalista Liberal”, ou seja, uma corruptela incontrolável, sob a égide de um sistema político/jurídico que tudo pode: verdadeira ditadura institucional.

    O Socialismo se curvou à economia de mercado, sem abrir mão do controle estatal.

    Difícil dizer que não deu certo…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *