Início » Nesta Data » Cruzeiro novo
NESTA DATA

Cruzeiro novo

Em 13 de novembro de 1965, foi publicado no Diário Oficial o decreto que instituía o cruzeiro novo como padrão monetário do Brasil

Cruzeiro novo
Troca de moeda foi usada como tática para controlar a inflação (Foto: Wikimedia)

Em 1967, o cruzeiro novo (NCr$) foi implantado no Brasil, em substituição ao cruzeiro (Cr$), que estava em vigor desde 1942, após substituir o réis (R$).

O decreto que implementou a terceira moeda corrente do país foi publicado no Diário Oficial no dia 13 de novembro de 1965, e entrou em vigor no dia 13 de fevereiro de 1967.

Na época, a troca de moedas era usada pelo Banco Central, criado em 1964, para controlar a inflação e o déficit orçamentário.

O cruzeiro estava desvalorizado e o decreto instituiu o cruzeiro novo, equivalendo a 1 mil cruzeiros, valorizando assim a moeda nacional em 1.000%. Ele também restituiu o centavo, extinto em dezembro de 1964.

A moeda foi implantada durante o regime militar, no governo do marechal linha-dura Artur da Costa e Silva, que governou de 1967 a 1969, época conhecida como “anos de chumbo”. Era também o período do chamado milagre econômico brasileiro, quando o país chegou a crescer até 9,3% ao ano.

Em 1970, com a moeda estabilizada, o cruzeiro novo passou a se chamar cruzeiro (Cr$), mudança de denominação que já estava prevista no decreto de criação da moeda. Em 15 de agosto de 1984, a Lei nº 7.214 a fração de centavo voltou a ser excluída.

O cruzeiro deixou de circular em fevereiro de 1986, quando foi substituído pelo cruzado, moeda que equivalia a mil cruzeiros. Tratava-se da mesma tática novamente usada para controlar a inflação.

Fontes:
Portal Brasil-O r e a l
Câmara dos Deputados-Lei nº 7.214, de 15 de agosto de 1984

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *