Início » Internacional » É fundada a Organização das Nações Unidas
NESTA DATA

É fundada a Organização das Nações Unidas

Em 24 de outubro de 1945, é fundada a Organização das Nações Unidas

É fundada a Organização das Nações Unidas
Em substituição à antiga Liga das Nações, a ONU foi criada com o objetivo de manter a paz internacional (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em 24 de outubro, entra em vigor a carta de São Francisco, dando origem à Organização das Nações Unidas (ONU). O documento foi assinado em 26 de junho, mas a organização passou a existir oficialmente após ter sido ratificada pelos países que futuramente iriam compor o Conselho de Segurança da ONU (China, Estados Unidos, França, Reino Unido e a ex-União Soviética), bem como a maioria das 50 nações signatárias.

Em substituição à antiga Liga das Nações, que foi extinta por conta da Segunda Guerra Mundial, a ONU foi criada com o objetivo de manter a paz internacional, além de mediar e promover relações amistosas entre as nações e cooperações na resolução de problemas internacionais.

Atualmente, a ONU é uma das maiores organizações internacionais do mundo em número de países membros. Dos 193 países do mundo, apenas Vaticano e Taiwan não fazem parte da ONU. O último país a ser aceita na organização foi o Sudão do Sul, em 2011, após se declarar uma nação independente.

Fontes:
Brasil Escola-24 de outubro - Dia da ONU
Nações Unidas no Brasil-A história da Organização

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Francisco Taborda disse:

    O Vaticano não faz parte da ONU, provavelmente, por deliberação própria. Agora, Taiwan está fora da ONU, muito possivelmente, por causa de um veto da China. Uma grande bobagem, a bem da verdade. Todos os demais países são coniventes: alguns por interesses econômicos, outros por pura pusilaminidade, mas a maioria pelos dois motivos.

    Taiwan, por todos os motivos práticos, é um país independente com instituições democráticas razoavelmente evoluídas. Neste quesito é bem mais respeitável que a China, não é verdade? O governo de Taiwan, em 1949, separou-se do da China continental por não querer viver sob um regime comunista que ceifou dezenas de milhões de vidas inocentes desde então, além de espalhar miséria e sofrimento por um tanto maior, ainda. Parece um motivo bastante justo, não é verdade?

    Na direção oposta do da autodeterminação dos povos, princípio basilar da carta da ONU, a China comunista invadiu o Tibet que, até 1954, era um país pacífico e independente. Hoje, o Tibet é um estado chinês com seu povo oprimido pelo tacão comunista chinês. Como se não bastasse, sofre por um processo sistemático de limpeza etnica com a migração maciça e forçada de populações de etnia chinesa para seu território. Isto sem falar em outras ações pouco democráricas que são, sistematicamente, praticadas contra o povo do Tibet e de outras minorias que vivem dentro das fronteiras do dragão chinês. Tudo muito nobre e digno. Ninguém reclama de nada.

    Imaginem um cenário em que todos os países deste abençoado globo terrestre reconhecessem Taiwan ao mesmo tempo. Será que a China continental romperia relações diplomáticas com todos os países do universo conhecido? É quase certo que não. O caso é que as economias nacionais, principalmente as ocidentais, deixaram-se tornar extremamente dependentes da economia chinesa. Então, todos ficam com medo de pagar um preço difícil de ser quantificado.

    Não é preciso ser um gênio da economia para ver que a economia chinesa não tem condições de crescer sustentavelmente no ritmo atual. Só que ninguém quer ver o enorme esquema de Ponzi que é a economia chinesa. A China vai apertar o gatilho de uma enorme crise financeira mundial, em algum momento não muito distante. Vai fazer da crise de 1929 uma brincadeira de kindergarten. Quem viver verá.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *