Início » Nesta Data » Nasce Isaac Newton
NESTA DATA

Nasce Isaac Newton

Em 25 de dezembro de 1643, nasce Isaac Newton, criador das três leis que até hoje norteiam os princípios básicos da Física

Nasce Isaac Newton
Newton era um gênio de personalidade fechada e solitária (Foto: Wikimedia)

Isaac Newton é considerado um dos físicos e matemáticos mais importantes da história. Ele é o criador das três leis de Newton, que até hoje norteiam os princípios básicos da Física: a 1ª Lei de Newton (Lei da Inércia); a 2ª Lei de Newton, (o princípio fundamental da dinâmica); e a 3ª lei de Newton (princípio da ação e reação).

Newton nasceu em Lincolnshire no dia 25 de dezembro de 1643, porém, algumas fontes dão como data de nascimento o dia 4 de janeiro. Isso acontece porque quando Newton nasceu, a Inglaterra ainda vivia sob o calendário Juliano, criado pelo imperador Júlio Cesar, enquanto Portugal e suas colônias (entre elas, o Brasil) já havia adotado o calendário Gregoriano. Entre os dois, havia uma defasagem de 10 dias.

Newton era filho de dois fazendeiros analfabetos e sem instrução. Seu pai também se chamava Isaac Newton e sua mãe se chamava Hannah Ayscough Newton. Ele nunca conheceu o pai, que morreu três meses antes dele nascer.

Para piorar, a relação com a mãe era distante. Após casar novamente, ela entregou Newton, na época com apenas três anos, para ser criado pela avó materna, Margery Ayscough. Na adolescência, após voltar a morar com a mãe, ele desenvolveu uma relação problemática com o padrasto e culpava a mãe por ter se casado com ele.

Por conta disso, o jovem Newton se tornou uma pessoa fechada e introspectiva. Aos 12 anos, ele ingressou na escola King’s School, que ficava a 10 km de sua casa. Na época, a distância era grande para ser percorrida todos os dias a pé e a solução foi Newton ir morar como pensionista na casa de um boticário chamado Clark Storer, que morava próximo à escola.

De personalidade reservada e considerado um aluno mediano pelos professores, Newton teve o primeiro contato com a ciência em livros que encontrou na biblioteca do boticário e uma igreja próxima, que ensinavam a fazer artesanatos, pequenas máquinas como moinhos movidos pelo andar de ratos e relógios de sol.

Porém, o interesse pelos livros e pela ciência não era compartilhado pelos seus colegas de classe. Tampouco estes se interessavam pelos gostos de Newton, que acabou se tornando um menino isolado.

Apesar de ler bastante ele ainda estava longe do gênio que futuramente se tornaria, e o ponto de virada para isso foi uma briga que ele teve com um colega de classe chamado Arthur Storer, que era ninguém menos do que o filho do boticário. Certa vez, Arthur provocou Newton e deu-lhe um chute na barriga. Newton então desafiou o menino para uma briga depois da aula. Nela, o tímido menino revelou-se enfurecido e deu uma surra em Arthur, chegando a esfregar o rosto dele em uma parede.

Após isso, Newton prometeu a si mesmo superar Arthur em todos os quesitos, incluindo nos estudos, onde Arthur era tido como aluno exemplar e participativo. Passou a estudar o máximo de tempo possível todos os assuntos que podia e em pouco tempo superou o colega e se tornou não só apenas o melhor aluno da classe, mas também da escola.

Começou a entender a mistura das substâncias usadas para criar remédios e outras substâncias hoje relativas à Química. Isso fez Newton ganhar a admiração de Clark, e o boticário passou a ajudar o jovem em tudo que podia. Além disso, ele construía muitos objetos e fazia várias anotações, uma delas referentes ao estudo da gravidade iniciado após a famosa queda de uma maçã de uma árvore. No entanto, a ideia de que a maçã caiu em sua cabeça é apenas um mito, tendo ele simplesmente observado a queda.

Ele também estudou o movimento dos planetas e, em 1687, publicou o livro Principia Mathematica, que descrevia a lei da gravitação universal. O livro ganhou destaque mundial como uma revolução científica. Em abril de 1705, como reconhecimento pelas suas contribuições à ciência, a Rainha Anne condecorou Newton como sagrado cavaleiro da coroa britânica.

Por não ter constituído família, nem tido filhos, Newton passou os últimos dias de vida solitário e escreveu um livro de memórias que tinha, entre outras, a seguinte citação: “Não sei o que posso parecer aos olhos do mundo, mas aos meus pareço apenas ter sido como um menino brincando à beira-mar, divertindo-me em encontrar de vez em quando um seixo mais liso ou uma concha mais bonita que o normal, enquanto o grande oceano da verdade permanece completamente desconhecido à minha frente”.

Newton morreu em 20 de março de 1727 (31 de março de 1727 no calendário gregoriano) em decorrência de complicações geradas por cálculos renais.

Seu corpo foi enterrado na Abadia de Westminster, considerada a igreja mais importante da Inglaterra. Seu legado inspirou muitos outros gênios da ciência, entre eles, Albert Einstein, que tinha um retrato de Newton na parede de sua sala de estudos.

Fontes:
Fiocruz-A vida de Newton
Biografia Isaac Newton-Primeiros estudos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. JOSE J AZEVEDO disse:

    Isaac Newton é considerado um dos físicos e matemáticos mais importantes da História. Ele é o criador das três leis de Newton, que até hoje norteiam os princípios básicos da Física: a 1ª Lei de Newton (Lei da Inércia); a 2ª Lei de Newton, (o princípio fundamental da dinâmica); e a 3ª lei de Newton (princípio da ação e reação). Ele escreveu: “Devemos crer em um Deus e não ter outros deuses além dele. Ele é eterno, onipresente, onisciente, onipotente, criador de todas as coisas, sábio, justo, bom e santo. Devemos amá-lo, temê-lo, honrá-lo e confiar nele, orar a ele, dar-lhe graças, louvá-lo e santificar seu nome, cumprir seus mandamentos e dispor de tempo para honrá-lo em culto”.

  2. Beraldo disse:

    Impactante!

    Não afeito a pesquisar celebridades históricas, gostaria de saber a fonte do que “Newton escreveu sobre Deus”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *