Início » Nesta Data » Nasce Rembrandt
NESTA DATA

Nasce Rembrandt

No dia 15 de julho de 1606, nasce o pintor holandês Rembrandt

Nasce Rembrandt
Embora de família humilde, Rembrandt van Rijn recebeu boa instrução (Foto: Wikipedia)

Rembrandt Harmens van Rijn foi um pintor nascido em Leyden, Holanda, no dia 15 de julho de 1606. Ele é considerado um dos mais importantes pintores do barroco europeu, mas a importância de sua pintura só foi reconhecida a partir do século XIX.

De família humilde, Rembrandt era o oitavo filho, de nove irmãos. Aos sete anos ingressou na Escola Latina de Leiden. Gostava de pintura e com sacrifício seu pai o matriculou na Universidade de Leyden, mas não conseguiu mantê-lo mais que nove meses. Sem abandonar a pintura, estudou com Jacob Isaaksz, que lhe ensina a técnica, o preparo das tintas e a disciplina do desenho.

Em 1623, a conselho do professor, Rembrandt vai para Amsterdam, que vivia seu apogeu. Passou quatro anos frequentando o ateliê do pintor Pieter Lastman, formado na Itália. Em 1627 Rembrandt voltou para Leyden e instalou seu próprio ateliê, com seu amigo e também pintor Jan Lievens. Nessa época, recebeu várias encomendas particulares. Em 1631, resolve instalar-se em Amsterdam. Um ano depois já era um pintor famoso, um dos mais caros e procurados da cidade. Retrata os ricos e bem sucedidos burgueses, pois era moda enfeitar as paredes com o próprio retrato.

Em 1632, pinta um dos seus quadros mais famosos: “A Lição de Anatomia do Doutor Tulp”, que fez imediato sucesso. Em 1634 atinge o auge da fama e prosperidade. No mesmo ano casa-se com Saskia, jovem e de boa família. Instalam-se numa casa que transformam em centro de reunião social e em museu de objetos raros, móveis antigos e louças valiosas.

Rembrandt tem muitos alunos e uma clientela rica, mas essa tranquilidade é quebrada com a morte de três filhos, só o quarto chega à idade adulta. Em 1642, morre sua esposa. Nesse mesmo ano, um quadro que fizera por encomenda “A Ronda Noturna”, foi recusado, porque aquela não era a cena contratada. Rembrandt entra numa nova fase, se recusa a fazer retratos e seus quadros tornam-se mais expressivos, sombrios e reveladores, nos quais reflete suas dificuldades e perdas. Entre 1630 e 1640 pintou vários autorretratos.

Em 1945 tomou como criada uma jovem que passou a ser sua modelo e amante. As encomendas começaram a rarear e as dificuldades financeiras aumentaram. Perdeu uma ação na justiça, seu casarão foi hipotecado e seus bens são leiloados em lotes, só para dar algum preço. Rembrandt continua trabalhando e produzindo suas gravuras que representam cenas bíblicas, mitológicas, nus, retratos e paisagens.

Em 1660, é procurado para transformar em pintura “A Conspiração de Claudius Civilis”, no entanto, quando a obra ficou pronta, o que se viu foi um grupo de bárbaros, um bando de assassinos e um rei caolho. Para os burgueses foi um choque. A obra foi devolvida para modificações, mas o artista recusa e põe fogo no quadro, mas logo se arrepende e salva a cena central (que está no museu de Estocolmo). Em 1663 morre sua companheira. Em 1668 morre seu filho Tito, um mês depois de ter pintado “A Família de Tito”. Sozinho e miserável vive apenas mais um ano.

Fontes:
E-biografia-Rembrandt

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Markut disse:

    Não é facil driblar os caprichos das circunstâncias que o destino põe à nossa frente, mesmo o legado imorredouro que um artista desse porte deixa para a posteridade.
    Falta torcer para que a barbárie não destrua essa riqueza imponderável.

  2. olbe disse:

    Grandes artistas só foram reconhecidos depois de mortos, sofreram muito durante suas vidas , morreram na miséria e outros ganharam muito dinheiro com suas obras…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *