Início » Nesta Data » Tem início a Revolução Cultural Chinesa
NESTA DATA

Tem início a Revolução Cultural Chinesa

Em 16 de maio de 1966, Mao-Tsé Tung lançou uma sangrenta campanha que exterminou opositores e intelectuais considerados inimigos do regime comunista

Tem início a Revolução Cultural Chinesa
Estimativas apontam que as mortes causadas pela campanha passam de um milhão (Foto: Flickr/Harald Groven)

A Revolução Cultural Chinesa, também conhecida como Grande Revolução Cultural Proletária, foi uma campanha político-ideológica lançada em 1966 pelo líder do Partido Comunista chinês, Mao Tsé Tung, que comandava o país desde 1949.

A campanha tinha como objetivo conter a crescente oposição que surgia contra Mao Tsé após seu fracassado programa econômico e sócio-político Grande Salto Adiante. Implementado entre 1958 e 1962, o programa visava fazer a China deixar de ser um país agrário e atrasado para se tornar uma potência industrial, avançada e comunista.

Para isso, Mao Tsé transformou o interior do país em gigantescas fazendas coletivas, acreditando que o trabalho em conjunto traria abundância. No entanto, o programa foi um fracasso e lançou a China numa época de fome tão aguda que causou 20 milhões de mortes.

O fracasso do programa deu combustível para ataques de opositores de Mao Tsé dentro do partido comunista. Para conter a dissidência, o líder resolveu implantar a Revolução Cultural Chinesa, lançada em 16 de maio de 1966.

Naquele dia, uma circular interna do governo alertou que o Partido Comunista estava repleto de revisionistas dispostos a instalar o capitalismo na China a qualquer momento. Começava assim a campanha para recuperar o prestígio do governo.

A campanha foi marcada pela violência brutal. Para perseguir opositores, foram criados os Comitês Revolucionários e a Guarda Vermelha, esta última formada por jovens e adolescentes. Os grupos atacavam suspeitos de deslealdade ao governo e ao regime de Mao Tsé.

Os principais alvos da campanha eram intelectuais, tidos como potenciais inimigos do regime. Professores eram espancados até a morte por alunos e o ensino superior quase foi extinto. Pessoas que criticavam o regime ou suspeitas disso eram espancadas, decapitadas, enterradas vivas, fervidas e afogadas. Políticos mais alinhados ao Ocidente também foram perseguidos e mortos.

Não se sabe ao certo o número de mortes causadas pela Revolução Cultural Chinesa, mas estimativas apontam que passam de um milhão. Mao Tsé encerrou oficialmente a campanha no dia 27 de abril de 1969, mas especialistas afirmam que as perseguições continuaram até o dia de sua morte, em 1976, e a chegada de Deng Xiaoping ao poder, iniciando mudanças políticas e econômicas no país.

Fontes:
DW-1969: Fim formal da Revolução Cultural na China

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. laercio disse:

    Em todas as épocas cada qual desenvolveu esforços para defender seus interesses; capitalistas, comunistas… Cada qual sempre procurou dizer que tinha razão e se defender!
    E o Brasil? O que está fazendo para se defender como nação? A nação é o povo! O povo está sendo defendido?
    Claro que não! Ao contrário, está passando por vários massacres sem precedentes; imaginem os senhores um povo que é proibido de ter informações! Proibido mesmo pois o dinheiro que ganha para poder pagar seus estudos estão sendo furtados por seus próprios representante.

    Vimos, durante as histórias, ditaduras que privaram seu povo da informação! Mais era algo declarado por aqueles governos…
    Aqui no Brasil te enfiam na mente que você é livre nas na verdade você é um escravo que nem pode financiar sua educação ou saúde porque os impostos que você pagou foi usado pela luxúria de poucos que detém poder.

    Tem que haver uma mudança geral no Brasil, desde a cultura do povo até o aproveitamento total nas questões econômicas

  2. Roberto1776 disse:

    Reparem a semelhança entre os dentinhos incisivos do psicopata/pedófilo/comunista/assassino chinês com os incisivos da praga búlgaro brasileira recém defenestrada.

  3. ANTUNES BRANCO disse:

    A REVOLUCAO CULTURAL CHINESA E’ A MAIS CLARA DEMONSTRACAO DA LOUCURA E PSICOPATIA CRIMINOSA DOS “GRANDES LIDERES COMUNISTAS” . MORTES DE MILHOES DE PESSOAS DE BEM EM NOME DA IDEOLOGIA MAIS ABSURDA E HIPOCRITA QUE SE CONHECEU NA HUMANIDADE. NADA DISSO DEU CERTO , POIS AS LEIS DA ECONOMIA NAO SE MUDAM COM MORTES E ATROCIDADES. A CHINA SO COMECOU A RESOLVER O SEU PROBLEMA DE POBREZA QUANDO ASSUMIU DENG XIAUPING E IMPLANTOU O SISTEMA CAPITALISTA NO PAIS A PARTIR DE 1978 . O RESULTADO ESTA AI: EM 30 ANOS A CHINA SE TORNOU A SEGUNDA POTENCIA ECONOMICA DO MUNDO. SO NO BRASIL AINDA EXISTEM IMBECIS QUE DEFENDEM O COMUNISMO…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *