Início » Internacional » Tropas americanas deixam o Vietnã
NESTA DATA

Tropas americanas deixam o Vietnã

Tropas americanas deixam o Vietnã do Sul dois meses depois da assinatura do Acordo de Paz

Tropas americanas deixam o Vietnã
Helicóptero americano na Guerra do Vietnã (Foto: Wikimedia)

Em 29 de março de 1973, dois meses após a assinatura do Acordo de Paz, as últimas tropas combatentes dos Estados Unidos deixaram o sul do Vietnã – os EUA só mantiveram 150 fuzileiros navais para proteger a embaixada. Após a saída dos americanos, o conflito continuou.

A guerra só terminou no dia 30 de abril de 1975, com a queda de Saigon, capital do Vietnã do Sul. Os EUA, que haviam mantido representação no país, deixaram definitivamente a região.

A guerra custou US$ 110 bilhões, e teve um total de 50 mil mortos e 300 mil feridos ao longo de quase nove anos. A retirada das tropas americanas era uma das condições para o cessar-fogo que fora assinado em 27 de janeiro de 1973 em Paris. As conversas a favor da paz ocorriam desde maio de 1968.

A derrota americana

Em 1961, o presidente dos EUA da época, John F. Kennedy, enviou o primeiro grande contingente armado ao país para apoiar o regime autocrático do Vietnã do Sul. Três anos mais tarde, com o governo sul-vietnamita caindo aos pedaços, o presidente Lyndon B. Johnson ordenou um bombardeio limitado ao Vietnã do Norte, ao mesmo tempo em que o Congresso aprovou a utilização de tropas terrestres.

Só que, em 1965, as tropas do Vietnã do Norte fizeram com que os Estados Unidos tivessem que escolher entre aumentar o envolvimento na briga ou se retirar do conflito. O presidente Johnson optou pela primeira opção. A Força Aérea americana deu início ao maior dos bombardeios da história, com o uso inclusive de napalm, um gel pegajoso e incendiário, mostrado na foto chocante que marcou a guerra.

Depois de cinco anos, as baixas americanas fizeram crescer um poderoso movimento americano contra a Guerra do Vietnã. O então presidente Richard Nixon começou a retirada de tropas, mas intensificou o bombardeio aéreo. Além disso, ele expandiu as operações aéreas e terrestres no Camboja e no Laos para tentar cortar as rotas de suprimento do inimigo. Só que esta expansão da guerra aumentou as ondas de protesto, não apenas nos EUA, mas no mundo todo.

Finalmente, em janeiro de 1973, foi assinado o Acordo de Paris para o Fim da Guerra e Restauração da Paz no Vietnã pelos governos da República Democrática do Vietnã, República do Vietnã (Vietnã do Sul), Estados Unidos e o governo Revolucionário Provisório, que representou os revolucionários sul-vietnamitas. A Guerra do Vietnã foi a mais longa e impopular das guerras em que os Estados Unidos estiveram envolvidos.

Fontes:
BBC-40 anos depois: Dez coisas que você talvez não saiba sobre a Guerra do Vietnã
O Globo-Americanos deixam o Vietnã
Opera Mundi-Hoje na História: Estados Unidos se retiram do Vietnã

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *