Início » Economia » Internacional » Vírus da Aids é descoberto
NESTA DATA

Vírus da Aids é descoberto

Em 23 de abril de 1984, cientistas identificam o vírus causador da Aids

Vírus da Aids é descoberto
Só que nem mesmo os líderes mundiais, conseguiram botar um ponto final na discussão (Foto: Wikimedia)

Em 23 de abril de 1984, a então secretária de Saúde dos EUA, Margaret Heckler convocou uma conferência de imprensa para anunciar uma importante descoberta científica: a causa da síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids). Só que suas palavras acabaram gerando uma briga internacional.

Ela baseou sua declaração em dados que ainda não haviam sido publicados. Apesar de isso ser incomum na comunidade científica, o ano do anúncio era 1984, três anos após o primeiro caso relatado da misteriosa Aids. Portanto, a pressão por uma resposta era grande. No momento, mais de 4.100 pessoas tinham sido diagnosticadas com a doença recentemente identificada.

No entanto, nem todo mundo concordou que Heckler estava dando créditos a pessoa certa. Ela deu os créditos ao médico americano do Instituto Nacional do câncer Robert Gallo com a descoberta do HTLV. Só que no ano anterior, o virologista francês do Instituto Pasteur Luc Montagnier e seus colegas tinham publicado um artigo científico que descrevia outro candidato, um vírus que ele chamava de vírus linfadenopatia (LAV). Gallo e Montagnier sabiam um do trabalho do outro, e acreditavam que o HTLV e LAV eram o mesmo vírus. Então, em março de 1984, eles concordaram em fazer um anúncio conjunto, apresentando ao mundo o vírus responsável por causar a AIDS.

Só que o jogo virou, quando o New York Times publicou um artigo citando o diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), Dr. James Mason, dizendo que Montagnier identificou a causa da AIDS como LAV. Não querendo perder terreno na corrida de alto risco para encontrar a causa da AIDS, Heckler convocou a conferência de imprensa para destacar os esforços que fizeram os cientistas sob seu comando. Gallo disse ter tentado entrar em contato com Montaigner várias vezes, mas não conseguiu.

Em junho, Montagnier e Gallo finalmente fizeram uma conferência de imprensa para anunciar que o HTLV e LAV eram provavelmente o mesmo vírus. Mas o estrago já tinha sido feito, por causa dos direitos de patente e comerciais em jogo. O governo francês processou os EUA em 1985, alegando que Montaigner tinha identificado LAV primeiro e desenvolveu um teste para detectar anticorpos contra o vírus. Isso fez com que a Casa Branca resolvesse a disputa dois anos mais tarde. O então presidente americano Ronald Reagan e o primeiro ministro francês Jacques Chirac anunciaram um acordo em que Montagnier e Gallo seriam reconhecido como co-descobridores do vírus da imunodeficiência humana (HIV).

Só que nem mesmo os líderes mundiais, conseguiram botar um ponto final na discussão. Afinal de contas, Montagnier foi premiado com o Nobel de Fisiologia ou medicina em 2008 juntamente com Françoise Barré-Sinoussi, uma colega do Instituto Pasteur, para “sua descoberta do vírus da imunodeficiência humana.” Enquanto Gallo não foi mencionado.

Até hoje, ainda não há cura para a Aids, por isso, a prevenção ainda é a única defesa contra ela, mesmo com as novas gerações de remédios, que estão aumentando sistematicamente a expectativa de vida das pessoas com a doença.

 

Fontes:
Time-The Man Who Co-Discovered HIV 30 Years Ago on Why There Won’t Be a Cure for AIDS
Uol-Descoberta do vírus da Aids pelos franceses completa 30 anos
AIDS-http://www.aids.gov.br/noticia/hiv-foi-descoberto-em-1984

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. ney disse:

    Em um mundo que ama o dinheiro e aprecia a mentira, não é verdade afirmar que a
    cura não existe.

  2. Ricardo Milones disse:

    Meu nome é Ricardo,cada vez mais concordo com suas palavras Ney,Tenho 51 anos e desde que comecei a ouvir falar sobre esse assunto perdi alguns amigos.Nunca tinha lido um artigo deste e fica claro que o poder e posse falam muito forte.

  3. Jorge Hidalgo disse:

    Concordo com os anteriores, em especial, o Ney – num mundo que ama o dinheiro e aprecia a mentira, afirmar que a cura não existe é contraditório.

  4. laercio disse:

    O negócio financeiro está tão fixo em tudo que o dinheiro hoje é o centro do universo; não houve formalização desta frase mas a realidade é esta.

    Tudo se tornou um grande negócio: saúde, educação, segurança, absolutamente tudo é guiado por dinheiro.

    Então, se misturam algumas mentiras com verdades e está formado o neo campo de concentração da idade contemporânea.

  5. Áureo Ramos de Souza disse:

    Quando aconteceu o Ebola na África segundo li já existia medicamento para cura e o governo sustentou pois dava lucro. Quem sabe já não exista um medicamento e o governo sustenta com paliativo quando já poderia curar.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *