Início » Economia » Internacional » Air Canada suspende voos para Venezuela
crise na venezuela

Air Canada suspende voos para Venezuela

Devido aos inúmeros protestos no país, companhia aérea se diz incapaz de continuar as operações com segurança. Maduro ameaça retaliação

Air Canada suspende voos para Venezuela
Maduro disse que companhias aéreas que cancelarem voos poderão ser impedidas de retomá-los no futuro (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Air Canada declarou que suspendeu voos para a Venezuela devido aos protestos antigoverno que abalam o país sul-americano há mais de um mês.

Leia mais: Situação na Venezuela ainda é ‘alarmante’, afirmam EUA

“Devido à agitação civil em curso na Venezuela, a Air Canada não pode garantir a segurança de sua operação e decidiu suspender voos para Caracas até novo aviso”, disse a companhia aérea nesta segunda-feira, 17, em um comunicado publicado em seu site.

Cerca de 30 pessoas morreram em confrontos entre manifestantes e as forças de segurança do Estado desde o início de fevereiro, quando manifestações contra o governo do presidente Nicolás Maduro começaram. Os protestos são contra a violência desenfreada no país, a escassez de alimentos e o que eles chamam de má gestão econômica do governo, que deixou a Venezuela com a inflação mais alta da região.

Alguns querem a renúncia de Maduro, mas o líder e herdeiro político do populista Hugo Chávez não tem mostrado sinais de recuar. Na segunda-feira, 18, ele ordenou que a Guarda Nacional tomasse o controle de uma praça na capital, que havia se tornado um ponto chave de batalhas quase diárias entre manifestantes e a polícia.

A empresa canadense operava três voos de ida e volta por semana entre Toronto e Caracas. Ela anunciou que pretende se manter atenta a situação do país e assim que tiver uma estabilidade, voltará com os voos.

A ação da Air Canadá vem em um momento em que o combalido governo da Venezuela não consegue pagar milhões de dólares à empresas privadas, que vão desde companhias aéreas a importadores e contratantes de serviços de petróleo.

Em uma entrevista coletiva transmitida por canais de TV estatais na última sexta-feira, Maduro fez uma severa advertência às companhias aéreas que reduzirem o número de voos para o país. “Para as companhias aéreas que cortam esses voos, vou tomar medidas severas”, disse ele. “As companhias aéreas que deixam o país não poderão retornar enquanto tivermos este governo”, ameaçou.

Fontes:
The Wall Street Journal-Air Canada Halts Service to Venezuela

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *