Início » Economia » Internacional » Arquiteto que projetou pirâmide do Louvre morre aos 102 anos
OBITUÁRIO

Arquiteto que projetou pirâmide do Louvre morre aos 102 anos

Arquiteto de renome global, Ieoh Ming Pei morreu na última quinta-feira, 16, em Nova York, onde vivia

Arquiteto que projetou pirâmide do Louvre morre aos 102 anos
As construções de Pei mostraram sua geometria de precisão (Foto: Flickr/Forgemind Archimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O renomado arquiteto Ieoh Ming Pei, conhecido mundialmente como I.M. Pei, morreu na madrugada da última quinta-feira, 16, em Nova York, aos 102 anos. A informação foi confirmada por seu filho, Li Chung Pei, que não divulgou a causa da morte.

Nascido em 1917, em Guangzhou, na China, I.M. Pei chegou aos Estados Unidos em 1935 e iniciou seus estudos na Universidade da Pensilvânia. Posteriormente, solicitou transferência para o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), onde se formou arquiteto em 1940.

I.M. Pei trabalhou na firma Webb & Knapp, em Nova York. Lá, ele iniciou sua carreira no mundo dos arranha-céus. Em 1955, fundou sua própria empresa de arquitetura.

Desde os 18 anos projetou muitas construções famosas pelo mundo, como a pirâmide de vidro do Louvre, na França, Museu de Arte Islâmica, no Qatar. Nos Estados Unidos foi responsável pela criação dos projetos do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica, Prédio Leste da Galeria Nacional de Artes de Washington, Museu de Arte de Everson, Hall da Fama e Museu do Rock and Roll.

As construções de Pei mostraram sua precisão geométrica, além de sua vasta qualidade abstrata. A grande maioria de seus projetos eram compostos por pedras, aço e vidro.

A construção da pirâmide do Louvre provou ser um dos trabalhos mais controversos de Pei, visto que o arquiteto não era francês e foi escolhido em sigilo para a empreitada pelo presidente François Mitterrand. Inicialmente, a pirâmide foi criticada por seu contraste com as demais estruturas do Louvre, sendo considerada de mau gosto. Quando a pirâmide foi inaugurada, em 1989, Pei afirmou que idealizou uma pirâmide moderna, que não interferisse na parte tradicional do museu.

Apesar de ter se aposentado oficialmente em 1990, Pei continuou a assumir outros projetos, como museus em Luxemburgo e sua casa em Suzhou.

Pei se tornou cidadão americano em 1955 e foi casado com Eileen Loo de 1942 até 2014, ano da morte de Eileen. Eles tiveram quatro filhos, sendo que dois também se tornaram arquitetos.

Fontes:
The Guardian - IM Pei: celebrated architect behind Louvre pyramid dead at 102
Folha de S.Paulo - Morre aos 102, em Nova York, I.M. Pei, arquiteto da pirâmide do Louvre

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *