Início » Brasil » Brasil Pharma aprova pedido de falência
NEGÓCIOS

Brasil Pharma aprova pedido de falência

Decisão foi tomada pelo conselho de administração do grupo, que estava em recuperação judicial desde janeiro de 2018, com dívidas de mais de R$ 1 bilhão

Brasil Pharma aprova pedido de falência
Grupo diz que processo de recuperação foi severamente afetado por diversos fatores (Foto: Facebook/Farmais)

O conselho administrativo do grupo de varejo farmacêutico Brasil Pharma aprovou na última quinta-feira, 6, o pedido de falência da empresa, que estava em recuperação judicial desde janeiro de 2018, com dívidas de mais de R$ 1 bilhão.

Segundo um comunicado divulgado pelo grupo, a decisão foi tomada porque o processo de recuperação judicial foi “severamente afetado por diversos fatores e intercorrências nos últimos meses, que acabaram por comprometer o prosseguimento da recuperação judicial e tornaram ineficazes as medidas visando à solução da persistente crise econômico-financeira da Companhia”.

No comunicado, o grupo destaca três pontos que sacramentaram a decisão:

  • O baixo valor arrecadado nos leilões de mercadoria e ativos conduzidos nos termos do Plano de Recuperação Judicial;
  • A rápida deterioração do valor de mercado dos pontos comerciais, avaliados em cerca de R$ 55.000.000,00 (cinquenta e cinco milhões de reais), em função de inúmeras ações judiciais para retomada dos imóveis e não amparadas pelo benefício da recuperação judicial;
  • A suspensão do leilão da rede de drogarias “Farmais”, tendo em vista a suspensão dos efeitos da decisão homologatória do Plano de Recuperação Judicial, que impediu a alienação do ativo mais relevante da Companhia, avaliado no Plano de Recuperação Judicial em R$ 150.000.000,00 (cento e cinquenta milhões de reais).     

“Nesse contexto, a Companhia viu-se em cenário no qual não foi possível obter novos recursos para assegurar o cumprimento das obrigações previstas no Plano de Recuperação Judicial, tampouco vislumbrar perspectivas de continuidade operacional da Companhia. A administração identificou que a Companhia está impossibilitada mesmo de manter o pagamento de honorários advocatícios e de acessar seus sistemas de informática e de controle contábil, o que lhe impossibilita gerenciar suas operações e realizar o pagamento integral da folha salarial de seus colaboradores”, explica o comunicado.

Criada em 2009, pelo banco BTG Pactual, a Brasil Pharma tinha como missão ser um veículo para consolidar a compra de redes de drogarias regionais. O grupo era dono das redes Big Ben, Farmácia Sant’ana e Farmais – esta última o mais relevante ativo do grupo.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Rogerio Faria disse:

    Só não vejo falir os bancos…

  2. Leandro disse:

    Estratégia é tudo Brasil Pharma não vai fali?

  3. DAGC disse:

    Rogerio Faria. AINDA BEM né? bancos falindo é sinonimo de crash total, depressão.
    Sim, um ou outro banco fecha capital, um ou outro pode quebrar, mas ficar pedindo para bancos falirem, provavelmente voce não deve ter um tostão neles né???

    maluquete esse ai.

  4. Cesar dos santos disse:

    Quem vai pagar a conta agora? O Banco BTG Pactual? Afinal foi o Banco que criou a Brasil
    Pharma.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *