Início » Notícia » Cesárea pode aumentar o risco de obesidade
ESTUDO

Cesárea pode aumentar o risco de obesidade

Segundo estudo, bebês de parto normal são expostos a bactérias no canal vaginal da mãe que ajudam a compor sua flora intestinal, o que não ocorre na cesárea

Cesárea pode aumentar o risco de obesidade
Para confirmar a teoria, é preciso fazer outros testes (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Com o alto índice de cesáreas no Brasil, o resultado de um novo estudo de pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard pode ser preocupante. De acordo com a pesquisa, crianças que nasceram de cesárea têm 15% mais chances de desenvolver obesidade. O estudo, publicado na revista Jama Pediatrics, acompanhou 22 mil bebês por 20 anos.

A associação pode ocorrer porque os bebês nascidos de parto normal são expostos a bactérias saudáveis no canal vaginal da mãe, que vão ajudar a compor sua flora intestinal. Na cesárea, no entanto, isso não ocorre, podendo fazer com que o metabolismo da criança seja mais lento. Mas para confirmar a teoria, é preciso fazer outros testes. Além disso, outros fatores também influenciam a saúde da criança como a dieta da mãe, se ela teve diabetes durante a gravidez, e se o bebê foi amamentado.

Para piorar, bebês que nascem de cesárea têm menos chance de ser amamentados, o que também aumenta o risco da obesidade. A dieta da criança, obviamente, também afeta o peso dela no futuro.

Além disso, em famílias nas quais os filhos nasceram com métodos diferentes, os que nasceram de cesárea tinham 64% mais chances de ser obesos do que os irmãos e irmãs nascidos por parto normal. Contudo, os pesquisadores não afirmam categoricamente que a cesárea é a causa da obesidade.

 

Fontes:
BBC-Pesquisa liga nascimento por cesárea a aumento de risco de obesidade
Superinteressante-Bebê que nasce de cesárea tem mais chance de ser um adulto obeso

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *