Início » Economia » Internacional » A cientista responsável pela 1ª foto de um buraco negro
KATIE BOUMAN

A cientista responsável pela 1ª foto de um buraco negro

A primeira imagem de um buraco somente pôde ser divulgada graças ao trabalho da cientista da computação Katie Bouman

A cientista responsável pela 1ª foto de um buraco negro
Katie Bouman criou o algoritmo que possibilitou que o buraco negro fosse fotografado (Montagem/Mit Csail)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Na última quarta-feira, 10, o mundo conheceu, pela primeira vez, a real imagem de um buraco negro. A imagem foi revelada em um evento organizado pela Fundação Nacional de Ciência dos Estados Unidos e exibido por representantes do projeto “Event Horizon Telescope” (EHT).

Um buraco negro é considerado uma massa de matéria concentrada em volume reduzido. A primeira teoria sobre o buraco negro foi desenvolvida por Albert Einstein e afirmava que a gravidade poderia influenciar no movimento da luz. O buraco negro é formado quando uma estrela maciça fica sem combustível, fazendo seu núcleo ser reduzido ao seu tamanho original. Quando acontece, a gravidade produzida perde o controle e começa a “sugar” todas as partículas que encontra.

A primeira imagem de um buraco somente pôde ser divulgada graças ao trabalho da Dra. Katie Bouman, de 29 anos, que é cientista da computação e uma das colaboradoras do projeto EHT.

Katie faz parte de uma equipe com 200 cientistas e a foto só foi possível devido a um estudo feito por ela, há três anos, quando fazia sua graduação no Massachusetts Institute of Technology (MIT).

As pesquisas de Katie em imagens computacionais foram de suma importância para o registro dos fenômenos e para a evolução da ciência. Para conseguir tirar a foto, foi necessário a combinação de sinais de oito telescópios.

Foi Katie quem desenvolveu os algoritmos que permitiram a combinação de sinais dos telescópios. Para armazenar a imagem, foram necessários 5 petabytes de informação – o equivalente 5 milênios de música em MP3 ou 40 mil fotos.

Os petabytes foram armazenados em uma pilha de discos rígidos, com dados de imagem, que foi manuseada por Katie. A cientista tirou uma icônica foto abraçando a pilha, que foi comparada à fota da cientista da computação Margaret Hamilton ao lado de uma pilha de livros, com códigos escritos à mão, que permitiram ao ser humano chegar à Lua em 1964.

Foto: Reprodução/MIT CSAIL/Twitter)

De acordo com o MIT, o buraco negro fotografado fica dentro de uma galáxia no aglomerado de galáxias de Virgem, considerado o “coração de Messier 87”, a 55 milhões de anos-luz da Terra. O registro confirmou a teoria de Einstein, de que as partículas são sugadas pelo buraco.

Atualmente, Katie é pós-doutoranda no projeto da “Event Horizon Telescope” e professora no departamento de Computação e Ciências Matemáticas no Instituto de Tecnologia da Califórnia. Além disso, ela é PhD em Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, bacharel em Engenharia Elétrica pela Universidade de Michigan e graduada em Engenharia Elétrica e Ciência da Computação pelo MIT.

Fontes:
UOL-Conheça Katie Bouman, a cientista responsável pela imagem do buraco negro
VIX-Quem é a mulher responsável pela primeira fotografia de um buraco negro da história?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. André Vinícius Vieites disse:

    Válvula de esfera.
    Válvula de segurança.
    Bomba circuladora.
    Vaso de expansão.
    Apara pingas de ligação ao esgoto.
    Ida do fluido.
    Retorno do fluido.
    Ligação ao esgoto.
    Isso verificar a solidez de existência dos buracos negros…Bá está difícil ser mortal depois do incêndio de Notre-Damme; ki horror.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *