Início » Internacional » Cristina Kirchner alimenta especulação sobre candidatura
ELEIÇÕES ARGENTINAS

Cristina Kirchner alimenta especulação sobre candidatura

Em evento no qual apresentou seu livro de memórias, ex-presidente argentina fala em tom de campanha e pede 'pacto entre todos os argentinos'

Cristina Kirchner alimenta especulação sobre candidatura
Pesquisas mostram Cristina à frente de Macri em eventual segundo turno (Foto: Twitter/Cristina Kirchner)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner retornou às manchetes dos noticiários na última quinta-feira, 9, após passar um longo período em silêncio, alimentando a especulação sobre sua candidatura nas eleições presidenciais de outubro.

Em uma feira de livro em Buenos Aires, na qual apresentou seu livro de memórias e sugestões políticas para a Argentina “Sinceramente”, Cristina teceu críticas ao presidente Mauricio Macri, mas se absteve de confirmar se de fato concorrerá no pleito.

Apesar disso, sua fala no evento teve todos os contornos do discurso de uma candidata. “Vivemos um momento delicado, em que é necessário um pacto entre todos os argentinos”, disse a ex-presidente.

Cristina afirmou que a Argentina precisa, com urgência, “recuperar a força do mercado interno e proteger o trabalho”. Para isso, ela afirmou ser necessária uma frente de diálogo com empresários do país, “para a criação de empregos reais, não precarizados”.

Cristina falou para um auditório lotado e um telão foi colocado do lado de fora do local da feira, na Avenida Sarmiento, que foi fechada para receber o evento. Segundo informou o jornal Financial Times, o público presente era composto por muitos jovens, além de artistas famosos e ativistas de direitos humanos, que esperaram por horas pela chegada da ex-presidente.

Os apoiadores de Cristina ovacionaram a ex-presidente, que, em dado momento, declarou: “Os jovens são minha maior aposta, minha maior esperança”.

A aparição pública de Cristina vem após quase três anos de um silêncio sem precedentes, que, segundo analistas, ajudou em sua escalada de popularidade, num momento em que a Macri erode conforme a economia da Argentina contrai.

Segundo uma pesquisa divulgada no mês passado, pelo instituto argentino Isonomia, Cristina tem nove pontos percentuais de vantagem sobre Macri em um eventual segundo turno. A divulgação da pesquisa apontando o possível retorno de Cristina elevou a volatilidade do mercado argentino.

Embora seja senadora, ela ainda não anunciou candidatura no pleito, assim como Macri – apesar das especulações sobre sua busca pela reeleição. O prazo para oficializar as candidaturas encerra em 22 de junho.

Desde que deixou a presidência, Cristina recebeu atenção da mídia em grande parte por seus inúmeros comparecimentos a tribunais em Buenos Aires para responder a processos envolvendo propina, peculato e lavagem de dinheiro.        

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *