Início » Internacional » Enchentes deixam meio oeste dos EUA debaixo d’água
COLHEITAS EM RISCO

Enchentes deixam meio oeste dos EUA debaixo d’água

Chuvas ininterruptas e enchentes inundam cidades inteiras, deslocam milhares e ameaçam colheitas de milho e soja em estados produtores

Enchentes deixam meio oeste dos EUA debaixo d’água
Tudo indica que as chuvas não vão cessar nos meses de junho e julho (Foto: Twitter/Mena Commodities)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Estados produtores agrícolas do meio oeste dos Estados Unidos sofrem com enchentes sem precedentes, fruto de chuvas ininterruptas que castigam a região desde o final do mês passado.

Ao longo do mês passado, áreas de estados como Nebraska, Oklahoma, Arkansas, Missouri, Illinois, Iowa, Indiana, Kansas e Mississipi receberam um nível recorde de precipitações, fazendo com que rios transbordassem e inundassem casas e plantações. Para piorar, tudo indica que as chuvas não vão cessar durante os meses de junho e julho. Segundo o Departamento Nacional de Administração Oceânica e Atmosférica dos EUA, a previsão é que as chuvas nos próximos meses superem o recorde de precipitações registrado em 1993.

“Em 1993, a intensa precipitação seguiu pelo mês de junho. Em 2019, estamos projetando que elas provavelmente ficarão acima da média nas mesmas áreas do país que já estão sofrendo com inundações”, disse o diretor do órgão, Edward Clark, em entrevista ao jornal New York Times.

As inundações levaram dezenas de milhares a se refugiarem em abrigos e deixaram casas, estabelecimentos e importantes rodovias debaixo d’água. Segundo noticiou o jornal Guardian, milhões de acres de plantação estão ameaçados.

Em Nebraska, onde produtores já lidam com os reflexos da guerra comercial de Trump com a China – que comprometeu grande parte das exportações de soja locais – as inundações ameaçam destruir cerca de US$ 1 bilhão em colheitas e produção pecuária. No Iowa, estado cercado de cada lado pelos rios Mississippi e Missouri – os maiores dos EUA, que transbordaram com as chuvas – cidades inteiras foram engolidas pela água. As barragens vêm falhando em conter o avanço das águas e, no último fim de semana, milhares foram forçados a deixarem suas casas.

No Oklahoma, 77 cidades estão em estado de emergência por conta das chuvas, das enchentes e também de tornados que afetaram a região recentemente, com fortes ventos.

Diante do impacto no cinturão de milho americano, a expectativa é que a produção do grão neste ano fique abaixo do projetado pelo Departamento de Agricultura dos EUA. O mesmo deve ocorrer com a produção de soja. Para ter uma ideia, o estado do Kansas colheu apenas 22% da área plantada de soja até o momento neste ano, muito abaixo dos 63% registrados no mesmo período em 2018.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *