Início » Internacional » Homens são mais propícios à depressão por falta de renda
SAÚDE MENTAL

Homens são mais propícios à depressão por falta de renda

Na visão patriarcal da sociedade, os homens sentem-se obrigados a sustentar suas famílias. Fracasso em cumprir esse papel tem impacto forte no psicológico

Homens são mais propícios à depressão por falta de renda
O fracasso em cumprir o papel patriarcal tem um impacto forte no psicológico dos homens (Foto: Piqsels)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A depressão é um distúrbio psíquico que afeta um grande número de pessoas. Seus sintomas incluem períodos recorrentes de abatimento físico e mental, perda de interesse pela vida em geral e, em casos mais graves, pode ter consequências terríveis, como suicídio.

Alguns fatores aumentam o risco de crises de depressão, como perdas de entes queridos, fracassos, doenças sérias, abuso físico ou sexual e problemas familiares.  

No entanto, além desses fatores pessoais, o ambiente onde as pessoas vivem também afeta o equilíbrio psíquico. Um novo estudo indicou que moradores de comunidades de baixa renda são mais vulneráveis à depressão, sobretudo os homens.

A pesquisa baseou-se em dados do estudo EPIC-Norfolk da Universidade de Cambridge, que coletou informações sobre saúde mental e histórico médico de 20 mil habitantes do condado de Norfolk. 

Ao analisarem os dados do EPIC-Norfolk, os pesquisadores observaram uma incidência maior de casos de depressão em moradores, em especial do sexo masculino, de áreas mais pobres de Norfolk.

Na visão patriarcal de nossa sociedade, os homens sentem-se obrigados a sustentar suas famílias e de serem bem-sucedidos profissionalmente. O fracasso em cumprir esse papel masculino tem um impacto muito forte no equilíbrio psicológico dos homens. A taxa de suicídio entre os homens é três vezes superior à das mulheres no Reino Unido.  

Estudos mostram que as mulheres são mais sensíveis ao estresse psicológico de relacionamentos afetivos infelizes e por ambientes familiares problemáticos, sem tanta pressão por sucesso profissional e financeiro.

A depressão afeta pessoas das mais diferentes classes sociais, educação, crenças, raças etc. Mas a situação se agrava em comunidades de baixa renda onde o acesso aos postos de saúde pública e mais restrito, o que dificulta o diagnóstico precoce da doença e o tratamento adequado.

Leia mais: Ter um bicho de estimação ajuda a combater a depressão

Fontes:
BBC-In deprived areas, depression hits men harder

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Almanakut Brasil disse:

    Para homem é mais difícil biscatear.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *