Início » Economia » Internacional » Imunidade parlamentar de Guaidó é suspensa
VENEZUELA

Imunidade parlamentar de Guaidó é suspensa

Decisão foi tomada pela Assembleia Nacional Constituinte. Pelas redes sociais, Guaidó disse não se preocupar com as decisões de um ‘órgão ilegítimo’

Imunidade parlamentar de Guaidó é suspensa
Guaidó também é investigado pelo Ministério Público da Venezuela (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Após o governo de Nicolás Maduro ter banido Juan Guaidó de cargos públicos por 15 anos, o autoproclamado presidente da Venezuela teve sua imunidade parlamentar suspensa. A decisão foi tomada pela Assembleia Nacional Constituinte, que é ligada a Maduro, após pedido do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ).

Segundo o presidente do TSJ, Maikel Moreno, Guaidó violou as medidas cautelares impostas a ele ainda em janeiro, como a proibição de sair da Venezuela. O presidente interino viajou em fevereiro e março para a Colômbia, Argentina, Paraguai, Equador e Brasil, onde se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro.

Para Diosdado Cabello, presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela (ANC), a suspensão da imunidade de Guaidó é um ato de justiça. O pedido de suspensão do benefício foi encaminhado para a ANC na última segunda-feira, 1.

Guaidó também é investigado pelo Ministério Público da Venezuela por desrespeito à Constituição e às autoridades. A violação teria sido cometida quando o presidente da Assembleia Nacional se autodeclarou presidente da República.

Pelas redes sociais, Guaidó afirmou que não se preocupa com as decisões de um “órgão ilegítimo”. “Não responderemos a um órgão que não existe”. Ademais, garantiu que a oposição “não vai se deter diante das ameaças”.

O impedimento de exercer cargos públicos, segundo a Controladoria da Venezuela, é um reflexo da falta de informações sobre as despesas e condições financeiras durante o período que o presidente interino viajou ao exterior.

Leia mais: Venezuela atinge estágio de deterioração total

Fontes:
Agência Brasil-Parlamento, favorável a Maduro, suspende imunidade de Guaidó

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *