Início » Brasil » Investigação sobre Flávio Bolsonaro chega à PGR
AUMENTO DE PATRIMÔNIO

Investigação sobre Flávio Bolsonaro chega à PGR

A Procuradoria Geral da República recebeu o inquérito que investiga o senador por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica eleitoral

Investigação sobre Flávio Bolsonaro chega à PGR
Inquérito envolve 'negociações relâmpago de imóveis' (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

A Procuradoria Geral da República (PGR) recebeu o inquérito em que o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) é investigado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica eleitoral, no ano de 2018, quando ainda era deputado estadual. O caso envolve ainda “negociações relâmpago de imóveis”, resultando em um forte aumento de seu patrimônio.

A informação foi confirmada pela PGR, que ainda avalia se o caso é de competência do Supremo Tribunal Federal (STF), ou da Justiça Eleitoral do Rio em primeira instância.

Este é o primeiro caso envolvendo Flávio Bolsonaro a chegar à PGR. A investigação corria em sigilo na Justiça do Rio desde março de 2018. Com a eleição de Flávio, os documentos foram remetidos a Brasília pelo procurador regional eleitoral do Rio, Sidney Madruga, que também solicitou que a PF interrogasse Flávio.

“A Procuradoria Regional Eleitoral promove o retorno dos autos, pelo prazo de 60 (sessenta) dias, para oitiva de Flávio Nantes Bolsonaro, e cumprimento de outras diligências porventura necessárias”, escreveu o promotor.

A assessoria de Flávio alegou, em nota, que a denúncia “é desprovida de fundamentação” e que “foi feita por um advogado ligado ao PT com o único intuito de provocar desgaste político a seus adversários”.

Este caso é distinto daquele que também está em vigor, sobre o ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz, citado em um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) por movimentações financeiras atípicas.

A possível conduta criminosa do senador está registrada em um despacho assinado pelo subprocurador Juliano Baiocchi, onde as suspeitas são de lavagem de dinheiro através de compra de imóveis, além de uma declaração à Justiça Eleitoral do valor de um imóvel abaixo do preço real.

“Trata-se de notícia de fato na qual o representante relata que o deputado estadual do Rio de Janeiro Flavio Nantes Bolsonaro teria tido aumento exponencial de seu patrimônio por meio de negociações relâmpagos de imóveis, além de ter declarado à Justiça Eleitoral imóvel cujo valor seria consideravelmente maior que o declarado, havendo indícios de crime de falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro”, diz o inquérito.

 

Leia também: Flávio Bolsonaro diz que depósitos fracionados são de venda de apartamento
Leia também: Flávio Bolsonaro comprou R$ 4,2 milhões em imóveis em três anos
Leia também: Evolução do patrimônio põe em xeque família Bolsonaro

Fontes:
O Globo-Investigação sobre 'negociações relâmpago' de imóveis de Flávio Bolsonaro chega à PGR
Congresso em Foco-Flávio Bolsonaro é investigado por crime eleitoral. PGR analisa se caso deve subir para o STF

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    diz o ditado popular:quem não déve não teme.e sou a favor de quem déve tem que pagar conforme determina a justiça,mesmo sendo politico,empresário ou vendedor de pipóca.a lei é linear e única para todos.(será?)

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *