Início » Economia » Internacional » Iraque confirma ataque aéreo da Síria contra jihadistas
Tensão no Iraque

Iraque confirma ataque aéreo da Síria contra jihadistas

Para o primeiro-ministro iraquiano 'qualquer investida contra os jihadistas é bem-vinda’. Grã-Bretanha oferecerá apoio diplomático e humanitário ao país

Iraque confirma ataque aéreo da Síria contra jihadistas
Ativistas da oposição síria relataram que 30 civis foram mortos na operação (Reprodução/AP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, confirmou nesta quinta-feira, 26, relatos de que forças sírias realizaram ataques aéreos contra extremistas na fronteira do país.

A confirmação do bombardeio ocorreu no mesmo dia em que jihadistas tomaram o controle de mais uma cidade situada  próximo a Bagdá, que abriga quatro campos de gás natural.

Em entrevista concedida à rede britânica BBC, al-Maliki informou que caças sírios bombardearam posições de milicianos em torno da cidade fronteiriça de al-Qaim na última terça-feira, 24. Embora o Iraque não tenha pedido o ataque sírio, o governo iraquiano  afirmou que qualquer investida contra os jihadistas é bem-vinda.

Mais tarde, porém, a emissora corrigiu a tradução, informando que al-Maliki havia afirmado que o bombardeio atingiu crucialmente o lado sírio da fronteira. Ativistas da oposição síria relataram que os militantes perderam bases no ataque e que 30 civis foram mortos na operação. Outros relatos, no entanto, indicam que as mortes passariam de 50.

Aliado diplomático

O ministro das relações exteriores britânico, William Hague, esteve em Bagdá nesta quinta-feira no intuito de promover a união dos políticos iraquianos contra a ameaça de insurgentes sunitas.

O chefe da diplomacia britânica, incentivou o Iraque a formar um governo inclusivo para conter a ofensiva relâmpago de militantes do ISIS, grupo dissidente da al-Qaeda.

Hague pontuou que a ocupação do Iraque por radicais representa uma “ameaça mortal” para o país e outras regiões. De acordo com ele, a Grã-Bretanha não oferecerá apoio militar ao país, porém, disponibilizará ajuda diplomática e humanitária à região.

 

Fontes:
O Globo-Maliki confirma que Síria lançou ataque aéreo contra extremistas do Isis na fronteira do Iraque

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *