Início » Brasil » Itamaraty concede passaporte diplomático a Edir Macedo
BISPO DA IURD

Itamaraty concede passaporte diplomático a Edir Macedo

Portaria assinada pelo ministro Ernesto Araújo concede o documento ao bispo da Igreja Universal e sua esposa, Ester Eunice

Itamaraty concede passaporte diplomático a Edir Macedo
Portaria foi publicada no Diário Oficial nesta segunda-feira, 15 (Foto: Facebook/Edir Macedo)

O Ministério das Relações Exteriores concedeu passaportes diplomáticos ao dono da Rede Record e bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) Edir Macedo e sua esposa, Ester Eunice Rangel Bezerra.

A portaria informando a concessão data do último dia 12 e foi publicada nesta segunda-feira, 15, no Diário Oficial da União. Assinada pelo ministro Ernesto Araújo, a portaria informa que o documento foi concedido para que o titular possa “desempenhar de maneira mais eficiente suas atividades em prol das comunidades brasileiras no exterior”.

O passaporte diplomático tem validade de 3 anos, prazo que pode ser renovado. Dentre outras vantagens, ele garante ao portador benefícios como atendimento especial, filas separadas, prioridade no tratamento da bagagem e dispensa de visto em alguns países.

Esta não é a primeira vez que Edir Macedo e sua esposa recebem passaportes diplomáticos. Segundo um levantamento intitulado “A farra dos passaportes diplomáticos no Brasil”, feito em 2016, pelo Opinião e Notícia, Edir e Ester ganharam passaportes diplomáticos do Itamaraty nos dias 11/11/2011 e 08/01/2014, durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff.

Na época, o levantamento constatou que, além de Edir e Ester, outros líderes religiosos também receberam passaportes diplomáticos, sem um motivo que justificasse a necessidade do documento. O cardeal, Aury Affonso Hummes, conhecido como Dom Frei Cláudio Hummes, recebeu o documento em 20/04/2012. O cardeal Geraldo Majella Agnelo recebeu em 18/11/2011.

Porém, os campeões em retirada de passaportes diplomáticos foram os pastores Romildo Ribeiro Soares, conhecido como RR Soares, e sua esposa, Maria Magdalena B. R. Soares. Ambos tiveram o benefício concedido em cinco ocasiões: em 18/11/2011 (amparado pelo Senado Federal, embora Romildo não exercesse cargo na Casa); em 14/12/2011; em 16/01/2013; em 24/12/2013; e em 07/02/2014.

A chegada de José Serra ao comando do Itamaraty em 2016, já na gestão de Michel Temer, não mudou a prática de conceder o documento a religiosos. Em 18/05/2016, ganharam o documento o pastor Samuel Cássio Ferreira, da Assembleia de Deus, e sua mulher, Keila Campos Costa. O casal já havia retirado passaportes diplomáticos em outras duas ocasiões: uma em 16/01/2013; outra em 13/11/2013.

Ao que tudo indica, o governo Bolsonaro dará andamento a essa tendência, especialmente por ser a bancada evangélica uma aliada crucial do governo, que contribuiu pesadamente para sua eleição presidencial. Manter as concessões, no entanto, fere a promessa do presidente de eliminar benefícios e cortar verbas publicitárias de emissoras.

O descumprimento dessa promessa é sinalizado em um levantamento feito pelo portal UoL, com base em dados da Secretaria Especial de Comunicação (Secom), no primeiro trimestre deste ano, os gastos do governo federal com publicidade cresceram 63% em relação ao mesmo período de 2018, chegando a R$ 75,5 milhões.

Do montante, a emissora que mais recebeu verba da Secom foi justamente a Record, que foi escolhida por Bolsonaro como porta-voz do governo e cujo dono, Edir Macedo, fez campanha pela eleição do presidente. A emissora recebeu da Secom R$ 10,3 milhões, seguida do SBT (R$ 7,3 milhões) e da Globo (R$ 7,07 milhões).

Vários países emitem passaportes diplomáticos para representantes do governo em missões no exterior. Porém, no Brasil, a falta de critério para a concessão do documento, bem como a constante prática de conceder o documento a líderes religiosos, já foi alvo de polêmica inúmeras vezes.

O Itamaraty justifica a concessão do documento a líderes religiosos apontando “o apoio social prestado pelas organizações religiosas mundo afora projeta a imagem do Brasil”.

As igrejas evangélicas brasileiras, em especial a IURD, têm forte atuação no exterior, em especial em países da África. Elas angariam fieis prometendo livrá-los de males como miséria, doenças, desemprego e feitiçaria. Em 31 de dezembro de 2012, 16 pessoas morreram por asfixia e esmagamento durante um culto realizado pela IURD em um estádio na capital Luanda, capital da Nigéria. Na época, o governo nigeriano baniu as igrejas evangélicas brasileiras do país, mas a IURD conseguiu uma autorização para voltar a funcionar.

A medida foi suspeita de ser uma manobra do governo do então presidente José Eduardo dos Santos para beneficiar a IURD. Isso porque Santos era considerado amigo próximo da IURD e a TV Record (dona da IURD) tem muita influência em Angola.

Primo de Carlos Bolsonaro também pediu o documento

No início deste ano, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e seu primo Leonardo Rodrigues (conhecido como Léo Índio) deram entrada no requerimento para receber passaportes diplomáticos. A medida teve forte repercussão negativa por conta da falta de justificativa para o pedido do documento.

Léo Índio, costuma circular pelo Palácio do Planalto e ter livre acesso a gabinetes, mas tem cargo no governo. Carlos Bolsonaro, por sua vez, também é alvo de críticas, por passar mais tempo envolvido em assuntos de Brasília, do que atuando no Rio de Janeiro como vereador, cargo para o qual foi eleito.

Diante da polêmica, Carlos e Léo Índio desistiram de obter o documento, segundo noticiou o portal O Antagonista.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. carlos alberto martins disse:

    pelo visto até Edir Macedo foi transformado em semi-Deus pelas autoridades brasileiras.e´,o toma lá dá cá,dos evangélicos está a todo vapor.duvido que o poder público tenha a coragem de acabar com a propaganda enganosa que os mesmos apregoam verdadeiros milagres,onde seus abençoados ficam milionários da noite para o dia.está na hora de se fazer uma lava-jato neles.o que eu até duvido é que consigam,pois os mesmos criaram uma verdadeira máfia religiosa,com poder de até colocar o governo no saco do descrédito.não sou contra nenhuma crença religiosa pois é um direito de todos,,mais usar o nome de DEUS para prometer o que não podem cumprir e´crime.

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    E o pior de tudo isso Carlos Alberto é que todos são isento de IMPOSTO DE RENDA

  3. Fábio Rossano Gugik disse:

    Onde eu residi por mais de 21 anos tem uma senhora que teve sua “lavagem cerebral” e doou para esta “igreja, se é que assim posso me referir”, seu apartamento.
    Teve seus bens todos ali repassados para a igreja com promessa de melhoria de qualidade de vida, que jamais seria desamparada !
    Hoje está ali passando até fome.
    E onde estão aqueles que se dizem “PASTORES” ???
    Passaram a perna na coitada, que com seus 78 anos padece, por ter acreditado nesta que se diz “igreja”, e além disso, o mais grave:
    Até quando o governo vai deixar ISENTO, sim !!!
    TODOS OS IMPOSTOS DESTAS QUE SE DIZEM “IGREJAS”???
    ACORDA GOVERNO !!!!!!!
    Isso é uma afronta a sociedade, pois estes que não precisam, NÃO PAGAM IMPOSTOS, e os pobres e verdadeiros necessitados, que PRECISAM, SÃO COBRADOS ATÉ JUDICIALMENTE !
    VERDADEIRA INVERSÃO DE VALORES !
    ISTO ESTÁ ERRADO, E FAZ MUITO, MAS MUITO TEMPO QUE NINGUÉM, FAZ NADA !!!!
    Seria uma troca de favores pelo apoio político às eleições BOLSONARO ???
    Seria a devolutiva por ter recebido apoio dos evangélicos?
    Está devendo favores?
    É assim que se faz com o povo, que mais precisa?
    VERGONHA !
    ]

  4. carlos alberto martins disse:

    tomem 3 pastores e os levem ao hospital do cancer infantil e mandem que as curem pelo poder da fé que tanto prometem a seus discípulos.duvido que as curem.dirão que assim é a vontade de DEUS.seus idiótas,desde quando DEUS é inimigo de crianças,ao ponto de que sofram?se mede a situação de um povo,pelo número de templos e igrejas.quantos maior for o número das mesmas.maior a quantidade daqueles que sofrem nas mãos de um governo que tudo lhes néga,levando-os a esse tabernáculos a procura de um milagre,que quando acontece,com certeza foi fraudado.só irei a DEUS após sair deste mundo,mais,enquanto aqui estiver eu que trate de trabalhar muito.

  5. Analdo Bernardo disse:

    Como pode, um vigarista, que lesa às mente dos desesperados, sem emprego, sem saúdes, sem educação, sem esperança, sendo iludido por falsos profetas, prometendo o céu, ser bilionário de saquear à dos seguidores, e nada fazemos para prender este estelionatario, que também tem uma quadrilha dentro do congresso, nas governança dos estados e municípios, por que esse sujeito não é investigado, afinal tem muito dinheiro para comprar sua liberdade, em todas às esfera brasileira, estamos repleto de enganadores, já haviam negado o passaporte diplomático a esse cara, ele representa o Brasil em que mundo, à não ser do capeta, pois o de nosso senhor Jesus Cristo, não, aqui se plantado tudo dá, é verdade, vigaristas, ladrões no congresso, lobistas no congresso, supremo corrompido, estelionatario da fé, só não respeito com os brasileiros.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *