Início » Brasil » Justiça decreta prisão de João de Deus
MÉDIUM DE ABADIÂNIA

Justiça decreta prisão de João de Deus

O médium é suspeito de praticar abusos sexuais durante tratamentos espirituais em Abadiânia

Justiça decreta prisão de João de Deus
O médium foi acusado de abuso sexual por mais de 300 mulheres (Foto: Instagram)

O Justiça de Goiás determinou nesta sexta-feira, 14, a prisão preventiva do médium João de Deus. Ele é suspeito de praticar abusos sexuais durante tratamentos espirituais em seu templo na cidade de Abadiânia. A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior.

Thales Jayme, um dos advogados de defesa de João de Deus, disse ter sido informado do mandado de prisão, porém, não tinha recebido o documento até 12h30. O advogado também declarou não ter conseguido falar com o médium ainda.

“Foi dito hoje, por uma fonte fidedigna, que a prisão havia sido decretada, estava de posse do mandado de prisão e com alguns policiais trabalhando, que eu visse a possibilidade de se apresentar, como seria, uma situação menos dolorosa, estou indo a Anápolis para ver se consigo falar com alguém”, disse o advogado.

Na última quarta-feira, o Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO), protocolou o pedido de prisão na promotoria de Abadiânia. João de Deus visitou a Casa Dom Inácio de Loyola, local onde realiza seus trabalhos espirituais e alegou que era inocente das acusações.

“Meus queridos irmãos e minhas queridas irmãs, agradeço a Deus por estar aqui. Ainda sou irmão de Deus, mas quero cumprir a lei brasileira porque estou na mão da lei brasileira. João de Deus ainda está vivo. A paz de Deus esteja convosco”, disse João de Deus.

Fontes:
G1-Justiça decreta prisão de João de Deus após denúncias de abusos sexuais em Abadiânia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *