Início » Brasil » Maia vai à Europa para suavizar imagem do Brasil
VIAGEM OFICIAL

Maia vai à Europa para suavizar imagem do Brasil

Presidente da Câmara desembarca em Genebra para reuniões com representantes e organizações ignorados ou destratados pelo presidente Jair Bolsonaro

Maia vai à Europa para suavizar imagem do Brasil
A viagem à Europa não é o primeiro compromisso internacional de Maia (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), viajou para a Europa nesta quarta-feira, 11, com a missão de estreitar laços com organizações internacionais e melhorar a imagem do Brasil no exterior.

Maia tem marcado em sua agenda reuniões com representantes e organizações ignorados ou destratados pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo apurou o jornalGlobo, em Genebra, Maia se reunirá com representantes da Organização Mundial do Comércio (OMC) e com a alta comissária da ONU para direitos humanos, Michelle Bachelet.

A viagem à Europa não é o primeiro compromisso internacional de Maia. Ela ocorre um dia após o presidente da Câmara se reunir com a vice-ministra das Relações Exteriores da Itália, Marina Sereni, que veio ao Brasil para uma série de encontros institucionais.

Além disso, na semana passada, Maia se tornou a primeira autoridade do governo brasileiro a se reunir, em Buenos Aires, com o presidente argentino Alberto Fernández.

A viagem tinha como objetivo expressar a boa vontade do Parlamento brasileiro em dialogar com o país vizinho e levar uma mensagem de cooperação enviada por Bolsonaro. Integraram a comitiva de Maia os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Luis Felipe Rossi (MDB-SP), Paulo Pimenta (PT-RS), Elmar Nascimento (DEM-BA) e Orlando Silva (PCdoB-SP).

Especula-se que Maia tenha planos de disputar a presidência em 2022, o que o torna um potencial rival de Bolsonaro e alvo dos correligionários do presidente.

No início deste ano, Maia teve um momento tenso na relação com o presidente da República e o partido governista PSL. O acirramento na relação se deu por conta dos constates ataques do Executivo ao Legislativo.

Maia foi alvo de ataques de Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e do próprio presidente Bolsonaro – que em uma ocasião disse, em tom de provocação, que tinha muito mais poder que Maia. Em maio, em meio aos embates, Maia rompeu relações com o então líder do governo na Câmara e ameaçou abandonar a articulação política da reforma da Previdência, por considerar que recebia tratamento injusto do Planalto.

Em junho, Maia elevou o tom, afirmando que após seis meses de governo, o Executivo ainda não tinha uma agenda formulada e que o país caminhava para o “colapso social”.

No mês seguinte, quando a reforma da Previdência foi aprovada na Câmara, Maia saiu consagrado como o real articulador da impopular proposta e fez um discurso na tribuna da Casa no qual exaltou o protagonismo do Congresso.

Maia foi alçado a candidato à presidência da República pelo DEM nas eleições de 2018, mas desistiu do pleito. A decisão se deu após o Centrão – bloco do qual o DEM faz parte – decidir apoiar a candidatura de Geraldo Alckmin.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Almanakut Brasil disse:

    2020 será o ano da AI-5mania, para combater os podres nos poderes e nunca mais deixar herança maldita para o futuro.

    Sai Cunha e entra Maia no comando da casa dos dePUTAdos e a malandragem carioca continua a mesma.

    Cadê a CPI da impUNE, Cabra?

  2. Roberto Henry Ebelt disse:

    MEU DEUS DO DO CÉU, VISITAR AQUELA VELHA COMUNISTA DA bachelenta! Que perda de tempo. Que perda de dinheiro do contribuinte. Quando é que vão banir essa praga do comunismo do país? Comunas mataram mais de 100 milhões de dissidentes em todo o mundo e ainda tem gente que vai lamber o traseiro desses desgraçados.

  3. Solimar Nascimento disse:

    Como ainda existe imbecil, viu Roberto Henry Ebelt!

  4. carlos alberto martins disse:

    o imbecil do Maia se esqueceu de que o presidente do Brasil é Bolsonaro e que temos embaixadores para tratar de assuntos externos.quando será que o nosso presidente vai impor a autoridade que lhe foi outorgada nas urnas.temos muitos problemas a serem resolvidos no congresso e o Maia quer ir passear lá fóra como se fosse o representante de nossa nação.cada vez mais o sr Maia demonstra a total falta de respeito para com o nosso presidente,tratando o mesmo sem nenhum respeito pela autoridade que representa.quando digo que o congresso é um circo,vejo pela atitude do sr Maia que sempre existe um palhaço dando presença na mídia.

  5. Antônio Rodrigues disse:

    É um palhaço. Um verme que está dilapidando, junto com seus asseclas, o dinheiro do povo. Tirando dinheiro para encher esse fundão que é uma vergonha para o Brasil. Ele está fazendo isso, pois quer se candidatar a presidente, mas nós não vamos nos esquecer do que ele está fazendo agora, inclusive segurando a votação para prisão após condenação em segunda instância. É um verme asqueroso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *